Noticias

Prefeitura de Frutal não irá promover Carnaval na cidade neste ano

O prefeito Bruno Augusto anunciou nesta quarta-feira, dia 31 de janeiro, que a Prefeitura de Frutal não irá promover nenhum evento carnavalesco na cidade neste ano.

A decisão, que foi tomada em conjunto com a Secretaria Municipal de Cultura, Lazer, Esporte, Turismo e Inclusão, levou em conta os altos custos que seriam necessários para promover uma festa de carnaval com uma grande infraestrutura de som, iluminação e com uma grade de shows que fosse capaz de atrair não só os foliões frutalenses, mas de toda a região.

Por isso, a Prefeitura de Frutal e a Secretaria optaram por centrar esforços e recursos em eventos e ações que já fazem parte do calendário cultural do município como o Juninão, a Feira do Abacaxi de Aparecida de Minas e o Circuito do Produtor Rural.

Lembrando que no final do ano passado, o prefeito Bruno Augusto havia conseguido junto ao Ministério da Cultura uma verba no valor de 800 mil reais para ser aplicada na realização de eventos e ações culturais que serão promovidos ao longo desse ano em Frutal.

Ainda de acordo com o prefeito é sempre importante ressaltar que essa verba do Ministério da Cultura não pode ser utilizada para outro fim. “Toda vez anunciamos verbas para a cultura ou para realização de algum evento surge uma pessoa para questionar se esse dinheiro não poderia ser utilizado para outra finalidade. E nesse caso, a resposta é não, pois se a gente fizesse isso com os 800 mil reais repassados ao município pelo Ministério da Cultura estaríamos cometendo uma ilegalidade”.

Bruno ainda salienta que a Prefeitura é parceira de uma série de eventos e ações culturais promovidas por entidades e associações frutalenses. “Além de criarmos um calendário cultural com pelo menos quatro grandes eventos gratuitos e abertos a toda população. Nós ainda ajudamos uma série de entidades na promoção de festas e eventos dos mais variados tipos e que atingem uma grande parcela da comunidade”.

Por último, o prefeito de Frutal ainda ressalta a importância de a cidade ter um calendário sólido de eventos e festas populares. “É papel do poder público proporcionar lazer e diversão para a população, principalmente, para aquela parcela mais carente. Isso sem falar que esses eventos também geram um ciclo virtuoso que ajuda a movimentar a economia e gera receita e emprego para o município”, finalizou.

Comments

comments

rdportari

Jornalista, professor universitário, Dr. em Comunicação

%d blogueiros gostam disto: