Polícia

Polícia Militar de Meio Ambiente impede “ação criminosa” no Rio Grande

Durante as operações “Piracema” e “pesca Legal”, A Polícia Militar de Meio Ambiente fez a apreensão de uma canoa com motor e vários outros objetos pertencentes a duas pessoas suspeitas de furto e abate de gado na região do Garimpo do Bandeira.

Os envolvidos – que estavam no reservatório da Usina de Marimbondo – tinham acesso às propriedades rurais através do Rio Grande e foram surpreendidos na madrugada de sexta (15), mas fugiram deixando o material que foi apreendido.

O sargento Rafael da Silva Damasceno relata que os suspeitos foram vistos pela Polícia Ambiental deslocando sentido Planura – Garimpo do Bandeira. Ao notar a lancha da polícia, eles empreenderam fuga sentido Rio São Francisco. Na tentativa de escapar, eles jogaram a canoa em direção à lancha da PMA. Com o impacto, a canoa também bateu em um barranco próximo ao Clube São Francisco, por onde os dois homens fugiram.

Conforme salienta o sargento, tem ocorrido muito abate de gado e animais da fauna silvestre (como capivara) naquela região. O fato leva a suspeitar dos indivíduos que estavam com facões, machado, podão, pé de cabra, várias facas (sendo uma delas específica para retirar o couro do animal) e outros apetrechos dentro da canoa.

O sargento Rafael pede para a população da região ligar no 190 se tiver alguma informação ou visualizar outras pessoas em atitude suspeita. O caso vai ser investigado pela Polícia Civil. Também atuou nesta ocorrência o sargento Renato Joaquim de Arruda.

Comments

comments

rdportari

Jornalista, professor universitário, Dr. em Comunicação

%d blogueiros gostam disto: