Polícia

Trânsito em Frutal registra quatro acidentes no mesmo dia

O trânsito na última sexta-feira foi bastante turbulento na cidade de Frutal, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar tiveram muito trabalho.

No primeiro acidente, na Avenida Euvaldo Lodi, próximo a AABB um homem e uma mulher que transitavam na via, foram arremessados ao solo após o condutor de um veículo abrir a porta do carro e não perceber que eles estavam próximos ao veículo. As vítimas foram levadas ao Hospital Frei Gabriel sem ferimentos graves.

No segundo acidente a PM foi acionada no Hospital Frei Gabriel após uma mulher, de 24 anos, dar entrada por ter sofrido um acidente de trânsito. Foi relatado aos Policiais que a mulher chegou lá inconsciente resgatada pelo Corpo de Bombeiros, e ao retornar a consciência, apresentou comportamento agressivo e alterado, tentando evitar que a equipe de médicos fizessem sutura necessária devido ao ferimento. Conforme relatado na ocorrência, a jovem apresentava hálito etílico e agressividade e, após controlar a situação, a garota foi mantida em observação.

O terceiro acidente envolveu um carro e uma motocicleta e aconteceu na avenida Rio de Janeiro. O Jovem que conduzia a moto relatou que seguia na Avenida quando um carro tentou realizar uma manobra no retorno do cruzamento, não vendo a motocicleta. Com isso a moto atingiu a lateral direita dianteira do veículo e, com o impacto, o condutor foi arremessado para o chão. A condutora do carro, um Renault Kwid, confirmou a versão, porém disse que não viu a moto, alegando que o o mato no canteiro atrapalhou sua visibilidade.

O jovem foi levado ao Hospital sem ferimentos graves. Ambos os condutores eram habilitados, no entanto, o carro estava com a documentação atrasada e foi removido para o pátio do Detran.

Ainda na Avenida Rio de Janeiro, próximo a rua Itapagipe, um carro e uma moto se envolveram em um acidente. A condutora da moto relatou que transitava na via quando teve a lateral direita traseira atingida por um veículo. Com o impacto ela caiu, e o condutor do carro não parou para prestar socorro à vítima. Rastreamentos levaram a identificação e localização do condutor do carro. Ele confirmou a versão da motociclista e disse ter ido embora do local por não possuir CNH.

Comments

comments

rdportari

Jornalista, professor universitário, Dr. em Comunicação

%d blogueiros gostam disto: