Política

Em Brasília, prefeito Bruno viabiliza 14 milhões para o recapeamento da cidade

Há alguns meses, a Prefeitura de Frutal conseguiu aprovar um financiamento com a Caixa Econômica Federal para fazer o recapeamento asfáltico de mais de 400 quarteirões da nossa cidade.

Contudo, o FINISA, uma linha de crédito exclusiva para que Estados e Municípios possam financiar obras de infraestrutura e saneamento básico, ainda não foi devidamente concluído por conta de questões burocráticas.

Foi então que preocupado com essa situação, o prefeito Bruno Augusto aproveitando às viagens à Brasília para resolver questões relacionadas ao FINISA começou a visitar os gabinetes de diversos deputados em busca de recursos.

E o resultado desse trabalho foi anunciado pelo prefeito direto de Brasília na manhã dessa quinta-feira: Frutal agora dispõe de 14 milhões de reais para recapear diversas ruas da nossa cidade.

E essa é uma verba carimbada, ou seja, não pode ser usada em outras obras e ações, única e exclusivamente para a recuperação asfáltica das ruas e avenidas de Frutal.

Ainda, segundo o chefe do Executivo frutalense, esse montante é oriundo de emendas parlamentares e recursos de Ministério. “Agora, a minha meta é chegar em 20 milhões totalmente viabilizados sejam por emendas parlamentares ou outros recursos governamentais. Pois, esse é o mesmo valor do financiamento que já estava aprovado na Caixa Econômica e se conseguirmos atingir esse valor de 20 milhões, nós não iremos mais precisar do financiamento”.

Segundo Bruno essa é mais uma prova de que as viagens à Capital Federal e à Belo Horizonte estão surtindo o efeito desejado. “Eu sempre frisei que era importante sair da zona do conforto, se fazer presente nos eventos importantes e conversar pessoalmente com os parlamentares e membros dos Governos Federal e Estadual e o resultado está aí: benefícios que irão melhorar a vida de toda a população”.

Bruno Augusto também destaca que parte desse recurso já havia sido conquistado ainda no mês de outubro. “Foi por isso que tivemos a segurança de começar o recapeamento agora em novembro, porque parte desse dinheiro já estava garantido. Mas mesmo com a garantia desses 14 milhões, iremos continuar trabalhando para trazer mais verbas públicas para Frutal’, finalizou

Comments

comments

rdportari

Jornalista, professor universitário, Dr. em Comunicação

%d blogueiros gostam disto: