Política

Procurador do Município fala, na tribuna, sobre trabalho da Administração em rescindir contrato com a Copasa

A convite dos vereadores, fez uso da tribuna livre da Câmara, na reunião do dia 21, o procurador do município, Higor Maike de Queiroz, que falou sobre o processo judicial que a Prefeitura de Frutal move contra a concessionária de abastecimento de água (Copasa).

O advogado relata que a rescisão do contrato foi uma meta que o prefeito Bruno Augusto trabalhou ainda em campanha política e que já foram tomadas todas as medidas necessárias. Contudo, ele admite que não é fácil reverter essa situação, na qual foi assinado, em governos anteriores, o contrato de prestação de serviço pelo período de 30 anos.

“O contrato foi feito de forma ineficiente. Não é do dia para a noite que vamos conseguir reverter isso. Mas já obtivemos algum sucesso visto que a Justiça concedeu liminar com aplicação de multa para que a Copasa não desabasteça mais o município. A Procuradoria continuará com essas ações em favor da comunidade”, arremata.

Comments

comments

rdportari

Jornalista, professor universitário, Dr. em Comunicação

%d blogueiros gostam disto: