Maíza pede destinação de local abandonado para atender artesãos frutalenses

A vereadora Maíza Signorelli foi autora de uma indicação na qual ela pede para reverter ao patrimônio público do município as instalações que foram edificadas na Praça Nossa Senhora da Abadia (conhecido como “Ilha do Sol”).

A intenção é que seja dado novo destino ao imóvel que está abandonado e à mercê de constante depredação, sugerindo que seja utilizado para uma “Feira Permanente de Artesanato”, onde os artesãos frutalenses poderiam ter ali o seu comércio fixo.

Conforme explica a vereadora, as mulheres que fazem artesanato na cidade teriam um local permanente para a exposição de seus produtos e não somente ocasionalmente, em feiras.

Maíza declarou que o Poder Executivo apoia e incentiva esses profissionais, por isso, o espaço servirá para gerar renda e divulgar o trabalho dos artesãos de Frutal, ao invés de ficar deteriorando.

“Com certeza, essa é uma ideia que será bastante aplaudida por toda a população, que atualmente critica a existência do local, uma vez que, por estar abandonado, afeta o visual da Praça Nossa Senhora da Abadia, no centro da cidade”, concluiu a vereadora.

Comments

comments

rdportari

Jornalista, professor universitário, Dr. em Comunicação

%d blogueiros gostam disto: