Patrão reclama que funcionário foi cozinhar fora e caso vira ocorrência em Frutal

Um homem chamou a PM para registrar o fato de que um funcionário seu, que dorme em um depósito da empresa, teria saído de lá há cinco dias atrás com uma embalagem de carne, um litro de óleo, um saco de arroz aberto e um saco de feijão, o que não seria permitido no acordo em que ambos fizeram para que o trabalhador pudesse pernoitar no depósito. No entanto, o funcionário, que estava no local e continua dormindo no depósito, alegou que só saiu com os alimentos porque foi cozinhar fora.

O proprietário do local ainda havia reclamado do sumiço de colchões, travesseiros e cobertores do local. Porém, na presença da PM, o funcionário mostrou que apenas havia guardado o material em outro cômodo, fato esse constatado pelos policiais.

A ocorrência foi registrada para futuros fins, seja de uma parte ou outra.

%d blogueiros gostam disto: