EQUIPE DA PREFEITURA REALIZA VISITA TÉCNICA NA ETE EM PIRAJUBA

O prefeito Airton Alves (Gauchinho), acompanhado por servidores municipais, fez uma visita técnica à Estação de Tratamento de Esgoto – ETE de Pirajuba, que é gerida pela Companhia de Abastecimento e Saneamento de Minas Gerais – COPASA. Na ocasião, a equipe da companhia, liderada pelo técnico em tratamentos e efluentes Carlos Breno e pelos operadores da ETE, Márcio e Ernandes, mostraram todas as etapas e tecnologias utilizadas na purificação, que permite devolver ao meio ambiente a água consumida pela população, com alto índice de descontaminação, que reduz assim, o impacto ambiental do esgoto e proporciona diversos outros benefícios relacionados à saúde pública.

Carlos explica que a primeira fase do processo é a de gradeamento, onde há espaços com grades mais espessas e mais finas que impedem a passagem de resíduos como plásticos, papel e folhas, por exemplo. Após a retenção dos materiais sólidos, o esgoto passa pelo desarenador, que são caixas utilizadas para remover a areia. A remoção desses sedimentos decantados é feita mensalmente. Depois, vem a etapa elevatória, onde é feito o bombeamento do esgoto para os reatores. Duas bombas trabalham em sistema de revezamento. Caso haja o aumento da vazão, os dois equipamentos funcionam ao mesmo tempo.

O técnico fala ainda que já no reator, é feita a degradação da matéria orgânica de forma anaeróbia, ou seja, sem oxigênio. Nesse estágio, a eficiência alcançada é de até 70%. Por fim, vem a disposição ao solo (capineiras) que funciona como tratamento secundário e permite melhorar ainda mais a eficiência. No reator, o lodo gerado nesse processo, é enviado para os leitos de secagem, que após desidratação é levado para um pequeno aterro que existe dentro do espaço da ETE. Como resultado de tudo isso, o esgoto tratado é devolvido ao corpo receptor com uma remoção média de DBO 92%, reduzindo muito a carga orgânica, o que representa um grande bem para a natureza e a comunidade de forma geral.

Para Gauchinho, é preciso exercitar na prática, a sustentabilidade. “Pirajuba é atualmente, um exemplo quando falamos em preservação ambiental porque estamos seguindo a tendência de muitas cidades desenvolvidas, que traçam e executam estratégias que visam diminuir os impactos da ação homem. Com uma ETE própria, nosso município dá um importante passo para se tornar mais sustentável, além de incentivar toda a comunidade pirajubense a adotar hábitos conscientes e a abraçar esta importante causa, que é cuidar da nossa água e da natureza como um todo”, disse o chefe do Executivo.

O Prefeito explicou que o motivo da visita, era assistir o serviço prestado na cidade para acompanhar e garantir que os resultados atinjam aos critérios estabelecidos pela lei. “O tratamento de esgoto, além de uma questão de saúde pública, é uma imposição dos órgãos fiscalizadores. Em cidades com menor porte é natural que esses serviços sejam geridos por companhias especializadas, nesse contexto, o papel do poder público é fiscalizar e garantir que o serviço que é pago pela comunidade, esteja realmente cumprindo o seu propósito”, relatou ele.

Gauchinho afirmou ainda que além do serviço em si, outro aspecto que tem sido trabalhado pelo governo é na renegociação das tarifas, visando com que o serviço se torne mais acessível para todos. “No ato da contratação da COPASA para a construção da ETE e posterior tratamento do esgoto, foi imputada uma taxa de 100% sobre o consumo de esgoto, ou seja, a família que gastasse R$100, teria uma conta final em R$200. Essa tarifa, era estabelecida por uma agência reguladora, a ARSAE, porém, a nosso pedido e de muitos outros prefeitos, com intervenção do governador Romeu Zema, conseguimos uma redução de 26%, totalizando hoje numa tarifa de 74%. Nós sabemos que esse percentual ainda é alto e vamos continuar trabalhando para implementar melhorias, mas, independentemente das tarifas, o benefício do tratamento de esgoto é irrefutável”, finalizou Gauchinho.

%d blogueiros gostam disto: