Criminosos ateiam fogo em coletivos de Uberaba, Uberlândia e no Sul de Minas

Do Jornal da Manhã: Os ataques a ônibus coletivos e agências bancárias na noite de ontem mobilizou o efetivo da Polícia Militar em Uberaba, que prendeu acusados de envolvimento nas ações criminosas. Dois aparelhos celulares foram apreendidos no Posto UBP, no Jockey Park, na rua Anésio Leite, de suspeitos. Pelo menos 17 pessoas foram presas/apreendidas pela PM.

Por volta de 21h da noite de domingo, viaturas da PM Meio Ambiente (5ª Cia PM Ind MAT), realizaram a abordagem de dupla que trafegava em atitude suspeita a bordo de uma CG Titan 125, placas WMX-2913. Durante abordagem, foi constatado que o condutor apresentava sintomas de embriaguez e ele relatou aos miliares que não possuía CNH.

Os militares verificaram o aparelho celular do suspeito, com sua autorização, onde verificou-se um áudio em que ele relata que estava apenas aguardando autorização para colocar fogo nos ônibus e em comércios. Foi verificada, ainda, uma foto de um pé de maconha que estaria na casa do outro suspeito.

Diante dos fatos, a dupla foi presa, sendo o condutor acusado de embriaguez ao volante e o “garupa” de cultivo de maconha. Os dois ainda permaneceram sob tutela, suspeitos de participação nos incêndios criminosos ocorridos na noite de domingo.

BR-050. Guarnições do Tático Móvel da Polícia Militar também realizou a prisão de diversos acusados em operação realizada no bairro Jardim Alvorada, nas proximidades da BR-050. Segundo dados da PM, cerca de oito indivíduos teriam ateado fogo em pneus na rodovia, que ficou interditada momentaneamente. Ao perceberem a presença policial, a maioria tentou evadir correndo, houve perseguição e, com o apoio de demais guarnições do Comando Tático e da Rocca, inclusive com a presença do Tenente Coronel Ronan Muniz, comandante do 4º BPM, cinco indivíduos foram presos.

Incêndios. Na noite de ontem, ônibus coletivos e instituições financeiras foram alvos de ação criminosa. Um dos veículos foi interceptado por dois indivíduos em uma motocicleta na avenida Jovita Pinheiro, no bairro Cidade Ozanan. Segundo o registro policial, ele estaria com um objeto semelhante a arma de fogo, ordenando que a porta fosse aberta e todos os passageiros fossem desembarcados, para, em seguida, atear fogo no interior do ônibus.

Dois autores (26 e 18 anos) foram presos e um menor (17 anos) foi detido acusados de incendiar outro veículo do transporte coletivo na avenida Ramid Mauad, no bairro Morumbi. Informações da Polícia Militar apontam que os três foram abordados portando combustível após indicação de populares de que eles teriam a intenção de atear fogo no ar condicionado em casa lotérica na avenida Anésio Leite, no mesmo bairro.

Um terceiro incêndio criminoso aconteceu nas imediações do Horto Municipal, no Jardim Triângulo, na rua João Nascimento. Segundo o registro da ocorrência, autores não identificados atearam fogo em sucata de caminhão no local.

Além disso, o caixa eletrônico de uma agência da Caixa Econômica Federal, na avenida Guilherme Ferreira, também foi incendiado na noite de ontem; segundo o registro da ocorrência, os autores seriam cinco indivíduos que entraram na agência armados com revólver e os rostos tampados. Guarnições do Corpo de Bombeiros atuaram para debelar as chamas e, em seguida, foi realizada a perícia do local pelas polícias Civil e Federal.

Uma casa lotérica situada na avenida Abílio Borges, no bairro Jardim América, foi alvo da ação criminosa ainda na noite de ontem (4). Segundo o registro da ocorrência, autores chegaram ao local a bordo de uma motocicleta, sendo que um deles jogou objeto de material inflamável, colocando fogo no estabelecimento. Foram ocasionados danos na parte da frente da casa lotérica e em fios elétricos na parte interna. Outra casa lotérica, situada na avenida João XXIII, na Vila Raquel, também foi atacada por coquetel molotov às 23h.

Bombeiros militares também compareceram na avenida Argemiro Coelho Silva, no conjunto Margarida Rosa de Azevedo, por volta de 1h30 desta segunda-feira (4), onde autores haviam fechado os dois lados da pista e ateado fogo em colchões, pneus e pedaços de materiais.

Sete pessoas foram flagradas (três adolescentes apreendidos e quatro presos) por ataques a motorista na BR-262, às 23h20 de ontem, na rua das Violetas, no Jardim Califórnia. Populares acionaram o 190 afirmando que os autores estavam obstruindo a rodovia com objetos incendiados. Motorista chegou a dizer que foi atacado por um grupo.

Versões. Duas versões não oficiais da polícia explicam o ocorrido. A primeira delas seria represália pela morte de integrantes de uma quadrilha de ladrões de banco em ação policial no estado de goiás. Já a segunda aponta ordem de facção criminosa que teria partido de dentro de um presídio. Oficialmente, a PMMG afirma que não há a confirmação da motivação da sequência de ataques, a despeito de fake news que têm circulado pelas redes sociais, criando clima de insegurança na cidade.

Outras cidades. Sequência de ataques mobilizou guarnições da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros em outras cidades mineiras. Em Uberlândia outros três ônibus também foram incendiados e, segundo informações do jornal O Tempo, os coletivos circularam com escolta da PMMG. A polícia, ainda, realizou a guarda das estações de ônibus da cidade. Também foram registrados incêndios em ônibus de Itajubá, Pouso Alegre, Monte Santo de Minas, Algenas, Guaxupé, Passos e Varginha.

%d blogueiros gostam disto: