Cemig completa 17 anos consecutivos no Índice de Sustentabilidade Empresarial – ISE B3

A Cemig está chegando ao final de 2021 com mais um importante reconhecimento: a empresa foi eleita, pelo 17° ano consecutivo, para compor a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial – ISE B3 da bolsa de Valores de São Paulo, que está entre os índices mais importantes do mundo. 

A manutenção da Cemig no ISE B3 demonstra o compromisso contínuo da companhia em adotar as melhores práticas de ESG (Environmental, Social and Governance), sigla em inglês para definir padrões ambientais, sociais e de governança, que ganham cada vez mais espaço no mercado e são levados em consideração para composição de diversos e importantes índices mundiais de sustentabilidade.  

Para o Diretor Adjunto de Comunicação e Sustentabilidade, Claudio Bianchini, “a companhia está continuamente focada na criação de valores para os seus acionistas, empregados e fornecedores, além do objetivo de gerar o bem-estar para a sociedade mineira, por meio do aprimoramento das práticas de sustentabilidade empresarial”, comenta o executivo.  

A empresa obteve pontuação máxima em requisitos como qualidade de vida e benefícios, mudanças climáticas, Conduta e conflito de interesses e privacidade de dados de clientes. 

Sobre o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE B3) 

Um dos principais índices de sustentabilidade do mundo, o ISE B3 ajuda investidores a tomarem suas decisões de investimento e induz as empresas a adotarem as melhores práticas de sustentabilidade. A nova carteira reúne ações de 34 instituições de 15 setores. Juntas, essas companhias somam R$ 2 trilhões em valor de mercado, o que representa 44% do valor de mercado das empresas com ações negociadas na B3, com base no fechamento de novembro de 2021. 

Para se ter uma ideia da importância do indicador, o ISE B3 subiu mais e teve menor volatilidade do que o Ibovespa B3, principal índice de referência da bolsa, desde que foi criado, em 2005. No período, o indicador se valorizou 288,40%, enquanto o Ibovespa teve alta de 247,71% (com base no fechamento de setembro de 2021).

Tahine Netto

Estagiária do Blog do Portari.

%d blogueiros gostam disto: