Noticias

Médico e enfermeira alertam sobre o crescimento de casos de Covid registrados em Frutal


Nas últimas semanas, a Secretaria Municipal de Saúde e o Hospital de Frei Gabriel ligaram o sinal de alerta. Isso acontece porque a cada semana que passa o número de casos de Covid registrados em Frutal vem aumentando.

Se antes estavam sendo registrados no máximo dois casos positivos por semana, agora o número de pacientes infectados com o vírus subiu para uma média semanal de cerca de dez pessoas.

Não bastasse esse crescimento significativo, a Covid também tem causado a internação de novos pacientes acometidos pela doença na nossa cidade.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde havia duas pessoas internadas em leitos clínicos do Hospital Frei Gabriel por conta da doença. Para alertar e orientar a população sobre esses números, o infectologista Flávio Bugiga e a coordenadora da Vigilância em Saúde da SMS, Graziela Calixto, concederam entrevistas para as rádios 97 e 102 FM.

Durante as entrevistas Graziela destacou que o aumento do número de casos pode estar associado ao surgimento de uma nova variante da doença, a Éris cujo os primeiros casos foram registrados nos EUA e no Reino Unido. “Desde o final de setembro vem sendo registrado um aumento de casos da doença no país, esse crescimento já ocorreu nas capitais e agora está se disseminando pelo interior do Brasil. Mas não é preciso pânico, estamos aqui apenas para recomendar que as pessoas reforcem os cuidados com a higiene e também se vacinem”.

Graziela ainda ressaltou que ainda não é possível determinar se essas pessoas que contraíram a doença em Frutal já haviam concluído o ciclo vacinal e tomado todas as doses da vacina. “Essa é uma análise que ainda está sendo feita e iremos divulgar em breve. Mas é importante destacar que a vacina não impede que a pessoa contraia Covid, na verdade ela ameniza os sintomas da doença e impede que as pessoas tenham maiores complicações por conta do vírus”.

Já o infectologista, Flávio Bugiga, disse que a população vai precisar a aprender a conviver com o Coronavírus. “O tempo da pandemia, felizmente, já passou. Agora, vivemos uma época em o Coronavírus se tornou uma endemia e teremos que aprender a conviver com essa doença, assim como aprendemos a viver com a Influenza”.

Por isso, o médico ressalta que as pessoas devem tomar alguns cuidados e também se vacinar. “Por se tratar de uma endemia, viveremos momentos de picos de infecção e nesses períodos precisaremos redobrar os cuidados como usar máscaras no transporte público ou em locais de risco como hospitais e UBSs. Além disso, a pessoas que não completaram o ciclo vacinal precisam voltar a se imunizar e tomar as doses restantes”.

Por último, Graziela destaca que todas as Unidades Saúde da Família oferece as vacinas contra a Covid. “Apenas no Sonia Regina que não tem sala de vacinação. Mas para se imunizar, basta que a pessoa vá até a unidade de saúde mais próxima de casa para se imunizar, as salas de vacina funcionam de segunda a sexta das 8h às 17h”.

Comments

comments

rdportari

Jornalista, professor universitário, Dr. em Comunicação

%d blogueiros gostam disto: