Golpistas que fizeram vítimas em Frutal com venda falsa são presos no MT

A Polícia Civil cumpre na manhã desta segunda-feira (03), quatro mandados de prisão preventiva contra suspeitos de atuar em golpes pela internet, durante a “Operação Venda Fantasma”, em Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana da capital.

Segundo a polícia, durante as investigações, foi identificado que os suspeitos, sendo três homens e uma mulher, moradores da grande Cuiabá, atuavam com crimes de golpe do Pix e da falsa venda de produtos pela internet.

Um dos golpes aplicados pelos suspeitos foi registrado na cidade de Frutal (MG), estando relacionado a compra de uma motocicleta que anunciada nas redes sociais. Na ocasião, a vítima efetuou uma transferência, via PIX, no valor de R$ 4,5 mil, à mulher investigada e logo em seguida, percebeu tratar-se de uma fraude eletrônica.

No decorrer das investigações, foi identificada a associação criminosa, em que os investigados juntos possuem no total 290 contas bancárias abertas, sendo 200 pertencentes a um único integrante do grupo.

A operação está sendo realizada por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI) e a Polícia Civil de Minas Gerais, por intermédio da Delegacia de Frutal (MG).

Nome da Operação

Venda Fantasma faz referência a circunstância de que a motocicleta produto da venda não existir.

Fonte: G1

Comments

comments

rdportari

Jornalista, professor universitário, Dr. em Comunicação

%d blogueiros gostam disto: