Deficit de R$ 7 bilhões preocupa Governo de Minas

 Secretário de Estado da Fazenda, José Afonso Bicalho, e deputado Arnaldo Silva, na Comissão de Fiscalização Financeira da ALMG

Secretário de Estado da Fazenda, José Afonso Bicalho, e deputado Arnaldo Silva, na Comissão de Fiscalização Financeira da ALMG

O secretário de Estado de Fazenda, José Afonso Bicalho, apresentou, aos deputados da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), os números financeiros do Estado do primeiro quadrimestre de 2015. Na audiência, que ocorreu nessa segunda-feira (15/6), o gestor alertou que a situação econômica do Estado é preocupante.

De acordo com Bicalho, o Orçamento 2015 está deficitário em R$ 7,2 bilhões. Ele destacou que a receita total é de R$ 81 bilhões, contra uma despesa total de R$ 88,6 bilhões. “Cerca de 91% das despesas são rígidas. A margem, portanto, é de apenas 9%. A receita tributária desse primeiro quadrimestre cresceu 3,3%, ou seja, menos que a inflação, e a arrecadação com ICMS vem caindo. A situação é delicada”, afirmou.

O secretário apontou que R$ 5 bilhões do deficit deve-se ao aumento da folha de pagamento dos servidores, dado pela gestão passada. “Herdamos uma situação feita pelo governo anterior sem planejamento. Agora, vamos administrar e corrigir os erros existentes”.

TRANSPARÊNCIA – O deputado Arnaldo Silva (PR) afirmou que agora os mineiros estão conhecendo a real situação econômica do Estado. Ele sugeriu que o tema fosse pauta dos Fóruns Regionais, palestras que serão feitas em várias cidades mineiras. Apesar das dificuldades, o parlamentar vê com otimismo a possibilidade de crescimento.

A gestão anterior cancelou empenhos, autorizou gastos e descumpriu as metas constitucionais. Mas o atual Governo de Minas está trabalhando diante do problema com transparência. Nada está sendo escondido. E com a participação de todos, vamos colocar o Estado nos trilhos, readequar o sistema e assim, conseguiremos um reajuste mais rápido”, salientou Arnaldo. 

rf2015d

andreletricista

Comments

comments

rodrigoportari

Jornalista, professor universitário, Dr. em Comunicação.

Comentários estão fechados.