Bom Teto

3421-2525

Pro Vida

Imagem 1
Dr.Ricardo Rocha

2704vivenda

Prefeitura publica nova lista de convocados

Foi publicado pela Prefeitura de Frutal uma nova lista de convocações de aprovados nos concursos públicos realizados pelo município. Clique nas imagens abaixo para visualizar as convocações:

Casal de Planura morre e criança de 6 anos fica ferida em grave acidente

3004acidente1Um grave acidente na tarde de ontem na rodovia Brigadeiro Faria Lima acabou vitimando um casal de Planura. Conforme apurações, o motorista João Neves do Prado, 48, dirigia um caminhão Volkswagen de Mogi das Cruzes – SP no sentido Barretos – Colômbia e a sua frente trafegava um Fiat Uno de Barretos, dirigido por um condutor de 47 anos.

Segundo informações chovia muito, e no km 451 o condutor do Uno teria reduzido a velocidade para evitar a colisão contra a traseira de uma moto Honda de Colômbia.

A moto pilotada por um homem de 26 anos, transitava no sentido Barretos – Colômbia e teve uma pane mecânica na pista.

O motorista do caminhão  ao colidir contra a traseira do Uno, perdeu o controle da direção invadiu a pista contraria e colidiu com o Ford Fiesta Sedan de Planura – MG, dirigido pela vítima Agnaldo Eduardo de Carvalho, 46, que trafegava no sentido Colômbia – Barretos.

Com o impacto, Agnaldo e sua esposa Irani Maria Castro Carvalho, 35, não resistiram aos ferimentos e morreram sendo que seus corpos ficaram presos nas ferragens e foram resgatados por uma  equipe do Corpo de Bombeiros de Barretos, comandada pelo sargento Milton.

A filha do casal de apenas seis anos foi socorrida por uma equipe do SAMU e encaminhada para o hospital de Colômbia e posteriormente transferida para a Santa Casa de Barretos.

A assessoria de imprensa do hospital informou que a criança não corre risco de morte, ela teve fratura no braço e na clavícula e permaneceu internada.

Fonte: O Diário de Barretos

1904penaesino2

moradaipeokok

NOTA DO PSDB-MG SOBRE HIDROEX 

aerea

Sobre as informações divulgadas, o PSDB de Minas Gerais informa que:

1) – Causa surpresa e estranhamento a divulgação de apurações parciais e inconclusas de pretensas irregularidades durante gestão do governador Antonio Anastasia, exatamente na semana em que o senador e ex-governador de Minas Gerais assumiu a relatoria dos trabalhos da Comissão Especial do Senado, responsável pela análise do pedido de impeachment da presidente da República.

2) – Conforme informações oficiais da Controladoria Geral do Estado de MG, os relatórios referentes às auditorias sequer são documentos públicos, uma vez que os dois órgãos responsáveis pelo contrato e execução das obras – DEOP e Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia –  ainda não se pronunciaram sobre eventuais irregularidades que teriam sido verificadas.

Segue trecho de informações prestadas pela Controladoria: “os relatórios ainda não são públicos, uma vez que carecem da manifestação do DEOP e da SECTES”.

Portanto, houve divulgação de fatos ainda inconclusos e possivelmente falsos. Isso porque, embora a informação divulgada à imprensa seja de que uma auditoria iniciada em fevereiro em 2015 identificou graves irregularidades na execução das obras da Vila Olímpica do Complexo da UEMG, no município Frutal, a gestão do PT em Minas manteve pagamentos regulares à construtora.

Pesquisa realizada em planilhas publicadas pelo DEOP mostra que, apenas em novembro de 2015, foram efetuados quatro pagamentos à construtora CWP que totalizaram mais de R$ 800 mil. Seguem abaixo: 

CWP-CONSTRUTORA WALDEMAR POLIZZI LT FRUTAL CONSTRUÇÃO DA VILA OLÍMPICADO COMPLEXO UEMG/HIDROEX  1/14 9/11/2015 Pago:82.692,20

CWP-CONSTRUTORA WALDEMAR POLIZZI LT FRUTAL CONSTRUÇÃO DA VILA
OLÍMPICA DO COMPLEXO UEMG/HIDROEX  1/159/11/2015 Pago:419.335,15

CWP-CONSTRUTORA WALDEMAR POLIZZI LT FRUTAL CONSTRUÇÃO DA VILA
OLÍMPICA DO COMPLEXO UEMG/HIDROEX  1/159/11/2015 Pago:226.130,90

CWP-CONSTRUTORA WALDEMAR POLIZZI LT FRUTAL CONSTRUÇÃO DA VILA
OLÍMPICA DO COMPLEXO UEMG/HIDROEX  1/169/11/2015 Pago:83.597,74

FONTE: http://www.deop1.mg.gov.br/pagamento.asp?mes=11

Vale ressaltar que as obras mencionadas também estão em plena execução sob responsabilidade da mesma empresa CWP, apesar das alegadas irregularidades que, se verdadeiras, teriam impedido a continuidade da execução do contrato.

Destaque-se em ainda em março deste ano (2016), o atual vice-presidente da Fundação Hidroex, Antônio Heitor de Queiroz, esteve em Frutal (MG), quando deu “ordem de serviço” para retomada das obras, que tem como executora a mesma empresa CWP, conforme comprova entrevista que ele concedeu à Rádio 97FM, que pode ser ouvida por meio do seguinte link: http://pontalonline.com/2063-2/. Na entrevista, Queiroz afirma literalmente que “(…) as obras serão retomadas nos próximos dias pela mesma empreiteira, a CWP, que vai realizar as obras todas…”, conforme pode ser visto no trecho 1’07’’ da entrevista de Queiroz.

Segue também link para matéria publicada pela UEMG: http://goo.gl/R3Sk89

Dessa forma, o PSDB de MG aguarda que sejam tornados públicos os documentos da referida auditoria por parte do atual governo do PT em MG e lamenta o uso da estrutura de Estado com objetivo meramente político de causar constrangimento ao senador e relator do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Assessoria de Imprensa do PSDB-MG

 

 

2704vivenda

Narcio divulga nota de esclarecimento sobre reportagem da Folha

OBRAS DO HIDROEX – ESCLARECIMENTOS

2904narcioEm relação à reportagem do jornal Folha S Paulo, divulgada hoje, fazendo referência à um possível siperfaturamento na execução das obras da Cidade das Águas Unesco- Hidroex, o jornalista Narcio Rodrigues, procurado por veículos de comunicação para falar a respeito, tem dois pontos a declarar:
1 – Como Deputado Federal e Secretario de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Governo passado, nunca tive participação nem em processo licitatório e nem no acompanhamento da execução de obras – tarefa que sempre coube ao DEOP – Departamento de Obras Publicas de Minas Gerais, órgão da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas. Cabe ao órgão, portanto, qualquer esclarecimento a respeito.
2 – Minha distância administrativa do processo de execução de obras não me desobriga de manifestar minha crença de que o Governo de Minas cumpriu todo ritual na execução das obras. A matéria se baseia em um relatório de meados de 2015, sem o posicionamento e contradita da empresa, e não faz referência ao fato de que há cerca de 15 dias o mesmo DEOP-MG autorizou a mesma empresa a retomar a mesma obra, numa sinalização de que as citadas irregularidades tenham sido sanadas.
3 – É estranho que essa matéria, publicada no ano passado pelo jornal O Tempo, volte aos jornais exatamente no momento em que o senador Antonio Anastasia foi eleito para relatar o impeachment da Presidente Dilma.
4 – Caso haja, de fato, qualquer irregularidade ou desvio, nossa posição será sempre a de pedir apuração criteriosa e punição dos eventuais culpados.

NARCIO RODRIGUES DA SILVEIRA

Reportagem da Folha aponta desvios nas obras do Hidroex

aereaMatéria repercutida pela Folha de S.Paulo hoje mostra apurações de possíveis desvios de recursos nas obras da Cidade das Águas em Frutal. De acordo com o jornal, o montante de irregularidades em pagamentos ocorridos aqui foi de aproximadamente R$37,7 milhões, ou seja, 16,6% da obra. Os pagamentos seriam por conta de duplicidade de material (por exemplo, sifões de pias foram pagos duas vezes no projeto), além de instalação de material diverso do previsto (por exemplo: a obra previa canos de cobre, no entanto, teriam sido instalados canos de PVC).

O texto resgata uma reportagem já publicada em 2015 no jornal O Tempo, de Belo Horizonte. A reportagem destaca principalmente o nome do senador Antônio Anastasia, que à época, era governador de Minas Gerais. Na denúncia também consta que a construtora contratada para a obra, CWP (Construtora Waldemar Polizzi), pertencia a primos de Anastasia até 4 meses antes dele assumir o governo. “A CWP, segundo os auditores, foi a beneficiária de desvios de R$ 8,6 milhões e deixou de recolher aos cofres públicos uma taxa de fiscalização da licitação no valor de cerca de R$ 400 mil. Na licitação para construção de parte do centro de pesquisa, as quatro adversárias da CWP foram desclassificadas, e um dos argumentos foi o de que não possuíam técnico responsável com capacitação suficiente para a obra. Apenas Waldemar Anastasia Polizzi, primo em primeiro grau do hoje senador, foi considerado apto para o trabalho, o que permitiu a vitória da construtora. Segundo a controladoria, as exigências do edital da licitação foram irregulares e limitaram a livre competição”, diz a reportagem da Folha.

Um detalhe que chama a atenção, no entanto: o nome do ex-secretário Narcio Rodrigues não é citado em momento algum da reportagem. Conforme apurei, isso porque as obras seriam de responsabilidade do Departamento de Obras Públicas de Minas Gerais (DEOP), que não pertence à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Outro detalhe que chama a atenção: apesar do relatório do ano passado e das suspeitas de desvios, o DEOP autorizou a retomada das obras pelas mesmas empreiteiras contratadas anteriormente. Se houve indícios de irregularidades, por que não mudar as empresas? Atualmente, quem passa por ali, já vê que as obras começaram a ser retomadas, inclusive, da avenida de acesso, enquanto outros terrenos começaram a ser preparados para receber novos prédios.

Enfim, o assunto está posto e vale a pena as reflexões.

Update: o ex-secretário de governo, Narcio Rodrigues, que ocupou a pasta da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, encaminhou esclarecimentos sobre a reportagem da Folha de S.Paulo. Leia abaixo:

OBRAS DO HIDROEX – ESCLARECIMENTOS

Em relação à reportagem do jornal Folha S Paulo, divulgada hoje, fazendo referência à um possível siperfaturamento na execução das obras da Cidade das Águas Unesco- Hidroex, o jornalista Narcio Rodrigues, procurado por veículos de comunicação para falar a respeito, tem dois pontos a declarar:
1 – Como Deputado Federal e Secretario de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Governo passado, nunca tive participação nem em processo licitatório e nem no acompanhamento da execução de obras – tarefa que sempre coube ao DEOP – Departamento de Obras Publicas de Minas Gerais, órgão da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas. Cabe ao órgão, portanto, qualquer esclarecimento a respeito.
2 – Minha distância administrativa do processo de execução de obras não me desobriga de manifestar minha crença de que o Governo de Minas cumpriu todo ritual na execução das obras. A matéria se baseia em um relatório de meados de 2015, sem o posicionamento e contradita da empresa, e não faz referência ao fato de que há cerca de 15 dias o mesmo DEOP-MG autorizou a mesma empresa a retomar a mesma obra, numa sinalização de que as citadas irregularidades tenham sido sanadas.
3 – É estranho que essa matéria, publicada no ano passado pelo jornal O Tempo, volte aos jornais exatamente no momento em que o senador Antonio Anastasia foi eleito para relatar o impeachment da Presidente Dilma.
4 – Caso haja, de fato, qualquer irregularidade ou desvio, nossa posição será sempre a de pedir apuração criteriosa e punição dos eventuais culpados.

NARCIO RODRIGUES DA SILVEIRA

rrochaok

2504princesa2

Ação conjunta da PM de Planura e de SP prende suspeitos de assaltos ocorridos na quarta

2904assaltantesTrabalho conjunto das polícias militares de Barretos, Colômbia e Planura terminou na prisão de três suspeitos de praticar roubos em Frutal, Planura e Colômbia no início dessa semana. Tratam-se de L.F.P, 18 anos, M.C.L, 21 anos, e um menor de 16 anos. Eles foram localizados quando trafegavam em um veículo furtado no sentido Barretos – Frutal.

O início da caçada se deu ainda em Barretos, quando a polícia visualizou o veículo entrando na rodovia. Numa primeira tentativa de abordagem, os suspeitos furaram o bloqueio e seguiram em direção a Colômbia. O apoio foi solicitado e policiais da cidade paulista e de Planura (MG) se uniram para deter o veículo. Conforme informações da PM, o trio se deslocaria para Pirajuba e Frutal para cometerem novos roubos. Durante o registro da ocorrência eles também teriam confessado os assaltos a uma casa de pão de queijo e a dois supermercados ocorridos em Frutal e Planura nessa semana. No carro onde estavam, além de documentos, cartão de banco e celular, também foi encontrada uma arma que seria utilizada para os roubos.

Os três foram conduzidos para a delegacia.

rrochaok

educando2

 

2704vivenda

Maíza pede cestas básica com verduras, frutas e leite para pacientes do CTA

1501maizaPreocupada em proporcionar melhor alimentação às pessoas que fazem acompanhamento pelo serviço do CTA, a vereadora Maíza Signorelli Nunes apresentou indicação para que a Prefeitura faça a doação de cesta básica com verduras, frutas e leite para eles. De acordo com a vereadora, grande parte das pessoas que fazem acompanhamento no CTA são carentes e não têm condições de manter uma alimentação saudável, o que pode trazer complicações no futuro.

“É um pequeno benefício que será substancial para a vida dessas pessoas carentes que são atendidas pelo CTA”, reforçou a vereadora em sua justificativa.

O que é o CTA

De acordo com dados do Governo Federal, os Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA) são serviços de saúde que realizam ações de diagnóstico e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Nesses serviços, é possível realizar testes para HIV, sífilis e hepatites B e C gratuitamente. Todos os testes são realizados de acordo com a norma definida pelo Ministério da Saúde e com produtos registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e por ela controlados.

O atendimento nesses centros é inteiramente sigiloso e oferece a quem realiza o teste a possibilidade de ser acompanhado por uma equipe de profissionais de saúde que a orientará sobre resultado final do exame, independente dele ser positivo ou negativo. Quando os resultados são positivos, os CTA são responsáveis por encaminhar as pessoas para tratamento nos serviços de referência.

Ao procurar um CTA, o usuário desse serviço tem direito a passar por uma sessão de aconselhamento, que pode ser individual ou coletivo, a depender do serviço. O aconselhamento é uma ação de prevenção que tem como objetivos oferecer apoio emocional ao usuário, esclarecer suas informações e dúvidas sobre DST e HIV/aids e, principalmente, ajudá-lo a avaliar os riscos que corre e as melhores maneiras que dispõe para prevenir-se.

Além do aconselhamento, outras ações de prevenção são realizadas pelos CTA, dentro da unidade de saúde (ações intra-muros) e fora dela (ações extra-muros). Também disponibilizam insumos de prevenção, como camisinhas masculinas e femininas para a população geral, gel lubrificante para profissionais do sexo e homens que fazem sexo com homens e kits de redução de danos para pessoas que fazem uso de drogas.

2504princesa2
%d blogueiros gostam disto: