Violência doméstica: homem diz que matou esposa em Frutal por problemas conjugais

Cícero Camilo dos Santos, de 65 anos, foi preso nesse final de semana acusado de matar a sua esposa, Fernanda Silva, 41 anos. O crime, registrado no bairro Flamboyant, demonstra mais uma vez um velho problema enfrentado pelas mulheres no dia a dia: o da violência que está dentro de casa, debaixo do mesmo teto, dormindo a seu lado na cama.

O acusado, que teria confessado o crime aos policiais militares, disse que matou Fernanda por problemas conjugais. Ela queria o final do relacionamento e pedia para que ele saísse de casa. Ele queria mais um tempo para acabar de construir um barracão. Ela teria dado um ultimato após voltarem da igreja. Na discussão, ela teria acertado ele com uma bengala. Ele a esfaqueou. Matou e ainda esperou – conforme a versão divulgada pelos rádios – para ter certeza de sua morte.

Depois disso, pensou na “fuga fácil”: pagou um mototaxi para ir até São José do Rio Preto e, de lá, para São Paulo – capital. O plano foi descoberto e acabou próximo a Araraquara graças ao trabalho conjunto entre a Polícia Militar de Frutal e a PM de São Paulo. Preso, levado a Barretos (SP), chegou a Frutal sendo conduzido por dois policiais mineiros que foram destacados para trazê-lo até a Delegacia para que respondesse por seu crime.

Mesmo com toda essa história tendo um “final” positivo do ponto de vista do trabalho da Polícia, que agora poderá levar o caso para que o Judiciário apure as responsabilidades e puna o homem, fica a reflexão desse grande problema da violência dentro de casa que, não raro, termina em feminicidio.

É uma triste realidade da qual muitas mulheres ainda vivem e, muitas vezes, sem a coragem – ou mesmo força – para denunciar.

%d blogueiros gostam disto: