One thought on “Sem Censura, 3 de maio de 2011

  • 04/05/2011 em 13:10
    Permalink

    Sem dúvida, o Tonin é parte da história frutalense e pode, ainda, render bem mais páginas para tão grandioso livro que será contado, no futuro.
    Em tempos de infidelidade partidária, temos que ficar de olho nas transições. Ou seria melhor dizer “transações”?

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: