Reunião discute elaboração de diagnóstico para facilitar o acesso das pessoas em vulnerabilidade aos serviços de saúde

Por Assessoria de Comunicação da SMS
Esta semana aconteceu na sede da Secretaria Municipal de Saúde mais uma reunião para debater a elaboração do diagnóstico situacional das pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social.
Na sala da titular da pasta, Patrícia Xavier, estiveram presentes representantes da Atenção Primária (UBSs), Vigilância em Saúde e Vigilância Epidemiológica, da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APACs Frutal e do presídio local.
A intenção agora é que cada órgão representativo possa elaborar o diagnóstico situacional para que sejam implantadas no município ações de Política de Promoção da Equidade. O objetivo é fazer com que as pessoas em situação de vulnerabilidade como imigrantes, com albinismo, ciganos, refugiados, população negra, LGBTQIA+, povos nativos, população em situação de rua, privada de liberdade e adolescentes em conflito com a lei possam ter acesso aos serviços de saúde.
Dentre as ações, por exemplo, no diagnóstico da Saúde que já está montado, está prevista a realização de palestras nas Unidades Básicas dos bairros com maior vulnerabilidade onde serão trabalhados temas que fazem parte do cotidiano como diabetes, hipertensão, tabagismo, humanização, prevenção da gravidez na adolescência entre outros.
As Políticas de Promoção da Equidade em Saúde são formadas por um conjunto de programas e ações governamentais de saúde, no âmbito do SUS, pensados para promover o respeito à diversidade e garantir o atendimento integral a populações em situação de vulnerabilidade e desigualdade social.

Rodrigo Portari

Jornalista, doutor em Comunicação.

%d blogueiros gostam disto: