Profissionais de saúde são capacitados para lidar com violência doméstica e com respeito às diversidades

Por Assessoria de Comunicação da SMS

Profissionais da saúde que atuam na UBS “Carlos Alberto Vieira” (Novo Horizonte), participaram na manhã de quinta-feira (25) de palestras ministradas pela coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Ana Catarina Clemente e pela assistente social Jéssica Carvalho, que atuam na Secretaria Municipal de Saúde.

Os temas abordados foram a promoção da Equidade em Saúde e a prevenção à violência doméstica interpessoal/autoprovocada que envolve grupos vulneráveis.

Segundo Ana Catarina, os profissionais são capacitados para que possam tratar a todos com respeito, de forma humanizada e trabalharem a prevenção, oferecendo melhor atendimento às vítimas de violência. “É importante que eles notifiquem os casos existentes através do fluxograma para que com os dados epidemiológicos do município sejam promovidas as políticas de saúde pública”, observa.

Já a assistente social Jéssica Carvalho lembra que equidade significa respeito à inclusão, atender uma demanda da população mais carente com vulnerabilidade social. Para ela, é fundamental capacitar os agentes de saúde que vão às residências já que eles são a porta de entrada do serviço público. “O acolhimento faz toda a diferença. Viemos trazer um pouco da metodologia da construção da paz, do respeito, da igualdade, de maneira que estes profissionais ofereçam um atendimento humanizado e, ao mesmo tempo, tenham um autocuidado, entendendo que além de cuidar do outro, é preciso cuidar de si próprio”, destaca.

%d blogueiros gostam disto: