Mototaxista é baleado na cabeça em roubo no Caju

Um homem de 39 anos foi baleado no rosto em um roubo registrado no Mototaxi Líder, na rua Capitão Benjamin Alves de Brito, no bairro Caju. O caso aconteceu por volta das 20h30 de ontem e, conforme informações, os assaltantes dispararam pelo menos quatro tiros contra a vítima.

Uma testemunha que reside aos fundos do estabelecimento relatou aos militares que estava vendo televisão quando ouviu os estampidos e foi ver o que acontecia. Ele então encontrou a vítima caída ao chão, todo ensanguentado e gritando por socorro. Um mototiclista que passava pela rua parou e prestou socorro ao homem, conduzindo-o para o hospital Frei Gabriel.

Os tiros foram dados com um revólver calibre 38, sendo que a ação foi filmada por câmeras de monitoramento. As imagens mostram o momento em que dois homens, chegam ao local e permanecem por cerca de 40 minutos, até que um primeiro sai correndo direção à rua Sebastião Batista Queiroz e, segundos depois, o outro sai tomando o mesmo rumo. Um deles trajava calça de cor clara, blusa de moletom estampada na frente e capacete fechado. O outro vestia uma calça escura e blusa de moletom, também de capacete.

No hospital foram constatados pelo menos três tiros na vítima, sendo dois na cabeça (um na região occipital e outro na mandíbula) e ainda um no punho direito. Apesar da gravidade não havia risco de morte até o momento da ocorrência, porém, foi necessária a transferência para Uberaba para exames complementares a fim de identificar a existência de um projétil alojado dentro da cabeça da vítima.

Apesar dos ferimentos a vítima ainda teve forças para contar aos policiais que foi surpreendido pelos dois homens que anunciaram o assalto. Eles então teriam dado um tiro para cima e mandado com que ele deitasse no chão. Posteriormente, um outro tiro foi dado próximo à sua cabeça. Assustado, ele se levantou e partiu para cima do ladrão, que efetuou mais disparos que o atingiram. Os autores fugiram sem levar nada do local.

O caso segue em investigação com a Polícia Civil.

%d blogueiros gostam disto: