Motorista de carro morre e família fica ferida em acidente na BR-153, entre Prata e o ‘Trevão’

Um homem de 42 anos morreu na tarde de domingo (25) na BR-153, entre Prata e o Trevão, após bater o carro que dirigia de frente um caminhão-tanque carregado com 62 mil litros de gasolina. A esposa e os dois filhos dele, de 3 e 8 anos, ficaram gravemente feridos. O condutor do caminhão não sofreu ferimentos.
Conforme informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Corpo de Bombeiros de Ituiutaba, o motorista do caminhão contou que o veículo de passeio seguia no sentido Prata quando, por motivos desconhecidos, invadiu a pista contrária e colidiu frontalmente com o veículo dele, que seguia no sentido oposto, na altura do km 89 da rodovia.
O motorista do carro morreu na hora. Após os trabalhos da perícia técnica da Polícia Civil, o corpo foi retirado das ferragens pelos bombeiros e entregue para o serviço funerário de Prata.
Os dois filhos do homem, que também ficaram presos às ferragens, foram retirados pelos bombeiros e encaminhados ao pronto-socorro de Prata. O g1 tentou contato com a unidade de saúde, mas as ligações não foram atendidas.
A mãe foi levada para o pronto-socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) em estado grave. A reportagem também entrou em contato com o HC-UFU, mas não houve retorno até a última atualização da matéria.
Segundo a PRF, o acidente deixou a rodovia interditada entre 15h30 e 20h de domingo. As causas da colisão são investigadas.
O caminhão tanque-tombou às margens da rodovia. O Corpo de Bombeiros de Ituiutaba informou que, devido ao derramamento de produto químico altamente inflamável, militares ficaram no local realizando prevenção contra incêndio.
Além disso, o Núcleo de Emergência Ambiental (NEA) foi acionado. O g1 entrou em contato com o NEA, mas não obteve retorno até a última atualização da matéria.
Ainda conforme a PRF, o transbordo da carga é realizado na manhã desta segunda-feira (27). O trânsito está lento no local, mas a rodovia não precisou ser interditada.

Fonte: G1/Triângulo

%d blogueiros gostam disto: