ARSAE condena COPASA devolver cerca de R$10 mi de cobranças indevidas aos usuários de Iturama

Os vereadores resolveram tomar tal providencia após inúmeras reclamações da população entre elas: água entregue em más condições de uso, com odor e aparência de leite, desabastecimento constante , o não tratamento do esgoto e prejuízos ao meio ambiente, pois em diversas áreas foram identificado alto índice de poluição ambiental.

Os vereadores travaram uma verdadeira batalha; levaram o caso ao conhecimento da Prefeitura, Arsae-MG, Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), Ministério Público Federal (MPF) e até a Assembléia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e ao Congresso Nacional foram em busca de apoio.

Em setembro de 2017 a CPI já havia concluído que a prefeitura deveria rescindir contrato com a COPASA. Na tarde desta quarta-feira (28) o prefeito Anderson Golfão deu sinal positivo de apoio aos vereadores e emitiu a seguinte nota:”Neste momento estamos na câmara municipal no gabinete do vereador Paulinho Dias onde acabei deixar a minuta do projeto de lei para criação da empresa pública de saneamento e água e esgoto de Iturama, temos a aprovação dos vereadores já confirmado, Zé Gordo, Adebaldo, Sérgio Bento, Tião Tiago, Chico Candinho, Renato Reis, Batore , Tulio Lanches, Fabrício Amaral, Carlito, Paulinho Dias. #VamosTirarCopasachega de taxas abusivas”, disse Golfão

FONTE: Diário do Triângulo

%d blogueiros gostam disto: