Época da mentira

Um festival de mentiras começa a tomar conta da política frutalense. Fatos desvirtuados, mentiras cada vez mais cabulosas e tudo para tentar enganar o eleitor nos últimos dias de campanha eleitoral.

==

Agora não há problemas no Hospital, ficar a madrugada inteira na fila para agendar uma consulta é normal, esperar 60 dias por um simples exame também é natural, enfim, tudo é bom e normal em Frutal.

==

Sem contar que agora a CEI da Câmara de Frutal que apurou desvios de até R$10 milhões na saúde de Frutal é falsa, os vereadores mentiram e os documentos encaminhados para a CEI – que, diga-se de passagem, foram enviados pela Prefeitura após uma batalha judicial – também são falsos.

==

É mentira ainda que uma entidade que deveria pensar nos produtores rurais pagou uma pesquisa de um instituto “falso” e que já teve uma pesquisa condenada pela Justiça Eleitoral esse ano.

==

Também é falso que apoios serão mantidos em secretarias em projetos futuros de certo candidato a prefeito, é falso também que o povo está sendo respeitado.

==

É mentira ainda um grande esquema para compra de votos no dia das eleições. É mentira, ainda, que determinado grupo político pensa em gastar R$2 milhões nesses últimos quinze dias para tentar vencer a qualquer custo.

==

Enfim, pelo que todos podem ver, estamos na época do “é mentira”, “é falso” e “ninguém presta, exceto eu”. Isso me dá um sono danado, sabiam?

==

Prometo que de hoje em diante volto a atualizar constantemente.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: