Ameaça e desacato em escola pública: uma triste realidade em Frutal

E numa escola de Frutal um garoto foi ameaçado de morte, não quis aparecer na aula, a mãe foi até lá tirar satisfação e o caso acabou parando na PM. Infelizmente essa realidade nas escolas públicas em Frutal não é novidade. São vários os relatos de garotos que ameaçam os outros de morte ou mesmo de bater neles. Tempos atrás ouvi um relato de uma mãe, trabalhadora, que foi surpreendida com a notícia de que seu filho foi agredido e ameaçado. O resultado? Ela acabou tirando o filho da escola pública – que é do estado – e esperou virar o ano para matriculá-lo em outro colégio.

==

Infelizmente esse tipo de violência e situação é uma realidade. Já ouvi relato de até professores serem ameaçados. E o pior de tudo que sabemos que isso é uma questão de educação, de berço. Cabe aos pais lidar com os filhos, e não aos professores, que estão ali para lecionar, não para dar “berço” a esses garotos.

==

ameacaSome-se a isso o fato de adolescentes pouco serem punidos no Brasil por falta de instituições capazes de receber esses garotos para internação. Enfim, é muita, mas muita coisa falha. Só no caso de ontem, a PM identificou crime de ameaça contra um colega, além de desacato a funcionário público, já que o garoto problema teria dito muita coisa para os professores e servidores da escola.

==

É de se lamentar.

==

As coisas não estão muito fáceis em Frutal. Agora até mesmo uma moto da Copasa foi furtada na tarde de ontem. O veículo é identificado com adesivos, é patrimônio do estado e estava trancado com cadeado na rua Augusto de Lima. Mas não foi o suficiente: alguém conseguiu levar o veículo. Bom, para além do crime de furto, o crime contra patrimônio do estado também tem outras penas. Enfim, quem furtou, se for descoberto, deverá responder a pelo menos uns dois processos.

==

luziarf2015d

%d blogueiros gostam disto: