Prefeitura de Frutal irá abrir processo administrativo para rescindir contrato do município com a Copasa

Depois de uma reunião que durou mais de duas horas e que contou com a presença de diretores regionais da Copasa, membros do Ministério Público, vereadores e moradores da cidade, o prefeito Bruno Augusto determinou que o setor jurídico da Prefeitura de Frutal abre um processo administrativo para rescindir o contrato com a Copasa.

A decisão foi tomada pelo prefeito Bruno Augusto de Jesus Ferreira após os diretores da empresa não apresentarem soluções efetivas para solucionar a crise hídrica que vem afetando a vida de milhares de moradores do nosso município ao longo dos últimos anos.

De acordo com o prefeito, será aberto um processo administrativo no qual o município irá apresentar ao Poder Jurídico os inúmeros motivos que levaram a essa decisão. “Motivos para rescindir o contrato é o que não faltam, a população vem sofrendo há anos com os péssimos serviços oferecidos pela empresa e para piorar não apresentaram nenhuma ação efetiva para solucionar a crise hídrica que estamos passando, mesmo com a Copasa tendo um lucro de 237 milhões no segundo semestre desse ano”.

Bruno ainda destaca que paralelamente a abertura do processo de rescisão com a Copasa, a Prefeitura irá abrir uma licitação para que outra empresa assuma o serviço de tratamento de esgoto e abastecimento de água no município. “Vamos contratar uma nova empresa que ficará responsável pelo serviço, além disso, as tarifas cobradas por essa nova empresa serão estipuladas pelo município e quando houver aumento da tarifa, ela deverá ser aprovada pelo Conselho Municipal de Saneamento, pela Câmara dos Vereadores e pelo prefeito”.

%d blogueiros gostam disto: