Setembro Amarelo chega ao fim com diversas atividades desenvolvidas no Calçadão de Frutal

Por Assessoria de Comunicação da SMS

Quem passou pela Concha Acústica do Calçadão nesta quinta-feira (30), se deparou com uma ação de conscientização organizada pela Saúde Mental do município em virtude do encerramento da Campanha “Setembro Amarelo”, de prevenção ao suicídio e de valorização à vida.

No local, a Prefeitura montou uma tenda onde foram desenvolvidas algumas atividades como aferição de pressão, teste de glicemia (diabetes), abordagem às pessoas que passavam pelo local sendo oferecido a elas balinhas com mensagens motivacionais, pipocas e exposição de artesanatos confeccionados por pacientes dos CAPS.

O prefeito Bruno Augusto de Jesus Ferreira ao reconhecer a organização do evento, parabenizou a iniciativa por parte da equipe da Saúde Mental: “É importante que a população conheça o trabalho oferecido pela Prefeitura que possui profissionais capacitados com condições de atender as pessoas de forma que elas sejam acolhidas e abraçadas todas as vezes que necessitarem”, disse.

De acordo com a secretária de saúde, Lamonise Ribeiro, apesar do enceramento da campanha, a população pode contar o ano todo com a assistência às pessoas que precisam de ajuda, de tratamento, por meio dos CAPS. “Parabenizo a nossa equipe por levar ao longo deste mês informação às pessoas através das Unidades Básicas de Saúde e à equipe dos CAPSs pela organização deste evento”, reconheceu.

A coordenadora da Saúde Mental, Alzimara Belo, afirma que o evento no Calçadão serviu também para mostrar o quanto se faz necessário enfrentar os desafios diários e seguir em frente. “Nosso propósito foi mostrar à população que estamos prontos para ajudar, basta que ela procure ajuda”, afirmou.

Para a irmã da Congregação das Irmãs Dominicanas, Dalva Aparecida de Andrade Oliveira, na verdade, muitas pessoas não querem pôr fim a própria vida, mas sim com o sofrimento que estão atravessando. “Por isso, esses movimentos são necessários porque além de ajudar, eles abrem as portas para o tratamento, para uma cura”, destacou.

Tahine Netto

Estagiária do Blog do Portari.

%d blogueiros gostam disto: