Bicentenário do Manifesto Paulista ilustra selo comemorativo

Os Correios colocaram em circulação a emissão postal comemorativa em alusão ao Bicentenário do Manifesto Paulista. O selo homenageia o documento escrito por José Bonifácio de Andrada e Silva, em 24 de dezembro de 1821, então vice-presidente da Província de São Paulo e personagem influente nos fatos que determinaram a autonomia brasileira.

No ofício, dirigido a Dom Pedro I, José Bonifácio expõe o estado irremediável das relações entre Portugal e Brasil, que estava em vias de perder sua posição privilegiada no espectro político em favor do território português. Até então, a colônia ocupava posto distinto de sede do Reino de Portugal, Brasil e Algarves, decretado em 1815 por Dom João VI, elevando-o ao nível de metrópole europeia. Por isso, o vice-presidente paulista pede ao Príncipe, em tom acalorado, que permaneça no país para, assim, evitar um possível o desmembramento territorial da América portuguesa.

Dias depois, com o ofício em mãos, o Príncipe Regente anuncia sua permanência no Brasil, em frente ao Paço Real, no Rio de Janeiro. Entre os historiadores, não há consenso sobre os dizeres exatos de Dom Pedro I naquele momento, mas, em variadas pesquisas e obras, são atribuídas a ele as célebres palavras: “Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, estou pronto! Digam ao povo que fico”.

O Dia do Fico, como o episódio entrou para a História, foi uma das decorrências das tensões entre Brasil e Portugal e essencial para compreender a complexidade do movimento de Independência. Se, no período da Revolução do Porto, muitas figuras políticas do Brasil apoiavam a instalação de uma Monarquia Constitucional e a continuidade com Portugal, a partir daquele momento, opta-se por uma outra via, de ruptura. A Independência, portanto, foi criada no calor do momento, sendo que a continuidade também era uma possibilidade.

A emissão – Elaborada em parceria com o CPOR/CMSP, traz imagens de parte da edificação da instituição, conhecido como “Pátio Patriarca da Independência”, e do busto da escultura batizada “A Entrega do Manifesto Paulista” – disposta em primeiro plano -, de autoria do artista plástico Claudio Antonio Callia.

Com valor de R$ 2,10 e tiragem de 144 mil exemplares, os selos estarão disponíveis para venda na loja virtual e nas principais agências dos Correios.

%d blogueiros gostam disto: