Desdobramentos da CEI

Como era de se esperar, nessa terça a divulgação do relatório final da CEI teve seus desdobramentos nas rádios frutalenses. De um lado, os vereadores Carlos Roberto Silva e Edgard Mendonça, e o advogado Arnaldo Silva Junior, defendem que há pagamentos suspeitos e que o caso deve ser encaminhado ao Ministério Público para ser investigado e, se for o caso, denunciado.

Do outro lado, os médicos envolvidos no relatório – com exceção de Zanto que não concedeu entrevistas – negam veementemente qualquer irregularidade e, ainda, prometem processar os membros da CEI pela divulgação de valores que receberam tanto como salários como em pagamentos por suas empresas. A alegação principal deles é que o serviço foi prestado e, portando, fazem jus ao que receberam.

Nessa mesma linha, e tentando misturar números na cabeça da população, o advogado Marco Aurélio Ferreira e a prefeita Ciça contestam os números da CEI. Na estratégia de defesa, citam os avanços na saúde, número de pessoas atendidas e questionam os valores gastos pela Câmara no mesmo período.

De toda esta saraivada de informações, cabe agora aos frutalenses refletirem quem tem razão. Considerando a presunção da inocência, é, no mínimo, complicado saber que alguns pagamentos superam a casa dos R$50 mil mensais para os médicos investigados, ao passo que uma gari recebe em média R$800 e um professor do ensino municipal, a média de R$1.200 a R$1.400 por mês. Longe de comparar os serviços prestados e a qualidade dos médicos, apenas faço um contraponto com outras profissões que também tem sua importância para o município e onde os salários são bem abaixo daqueles divulgados pela CEI.

Outro detalhe interessante a ser observado: das últimas três administrações municipais, apenas a gestão de Toninho Heitor não passou por denúncias de CEI ou mesmo CPI. Zanto, enquanto prefeito, enfrentou várias CEIs e CPIs que ficaram marcadas na história de Frutal e em sua trajetória política. Ciça, neste momento, enfrenta o final de sua primeira CEI e ainda convive com o fantasma do Concurso Público, que está a apenas “uma canetada” de ser definitivamente anulado.

Os desdobramentos – políticos ou não – serão vistos nos próximos dias. Fica aí a reflexão.

==

Update: Chamou-me a atenção o fato de Ciça alegar que a CEI tem motivação política. Isso porque ela já não é candidata mais em 2012. Será algum pressentimento de que, talvez, sua presença em palanque de qualquer candidato seja prejudicada? Ou o fato de perder “peso” nas negociações de apoios de agora para frente? Tá aí outras duas questões que o tempo responderá.

Update 2: Como será que o secretário de estado Narcio Rodrigues recebeu o relatório final da CEI? O “tsunami” previsto por ele, aconteceu?

8 comentários em “Desdobramentos da CEI

  • abril 10, 2012 em 7:13 pm
    Permalink

    Se o sálario foi recebido(50 mil) provavelmente foi porque houve trabalho suficiente para ganhar isso!! Voces que me perdooem mas pra quase morrer de tanto trabalhar…50 mil reais num é nada!! Vão lá no Frei Gabriel e trabalhem bastante…vejam por quanto tempo aguentam!! Tem vereador aí que aprovou aumento do próprio salario! Sinto muito se Odontologia não tá pagando bem…e é necessário ” complementar” a renda através de politicagem barata!!

  • abril 10, 2012 em 7:13 pm
    Permalink

    Se o sálario foi recebido(50 mil) provavelmente foi porque houve trabalho suficiente para ganhar isso!! Voces que me perdooem mas pra quase morrer de tanto trabalhar…50 mil reais num é nada!! Vão lá no Frei Gabriel e trabalhem bastante…vejam por quanto tempo aguentam!! Tem vereador aí que aprovou aumento do próprio salario! Sinto muito se Odontologia não tá pagando bem…e é necessário ” complementar” a renda através de politicagem barata!!

  • abril 11, 2012 em 9:58 pm
    Permalink

    Se a pessoa não concorda com as Leis do nosso Brasil, ele deve trabalhar particular.
    Pra trabalhar no setor público, o cidadão tem que se adequar aos padrões de vencimentos que o setor paga. Ele não deve criar vencimentos milionários, como o que ocorreu em Frutal, vão sofrer as consequências duras da Lei de improbidade administrativa.
    Vão ter que devolver todo o dinheiro para o povo, que é dono por legitimidade.

  • abril 11, 2012 em 9:58 pm
    Permalink

    Se a pessoa não concorda com as Leis do nosso Brasil, ele deve trabalhar particular.
    Pra trabalhar no setor público, o cidadão tem que se adequar aos padrões de vencimentos que o setor paga. Ele não deve criar vencimentos milionários, como o que ocorreu em Frutal, vão sofrer as consequências duras da Lei de improbidade administrativa.
    Vão ter que devolver todo o dinheiro para o povo, que é dono por legitimidade.

  • abril 11, 2012 em 10:04 pm
    Permalink

    E o que está faltando também é qualidade do serviço de saúde do munícipio. Ta ficando muita gente aleijada por aí.
    Tudo é virose para alguns médicos do SUS.
    Se o cara ta com dor nas costa, falam que tem que comprar uma cama nova.
    Tenha paciência…
    Falaram que estavam gastando deste tanto para ter atendimento de qualidade no município.
    Isso é piada né?!?!

  • abril 11, 2012 em 10:04 pm
    Permalink

    E o que está faltando também é qualidade do serviço de saúde do munícipio. Ta ficando muita gente aleijada por aí.
    Tudo é virose para alguns médicos do SUS.
    Se o cara ta com dor nas costa, falam que tem que comprar uma cama nova.
    Tenha paciência…
    Falaram que estavam gastando deste tanto para ter atendimento de qualidade no município.
    Isso é piada né?!?!

  • abril 14, 2012 em 2:31 am
    Permalink

    Concordo plenamente com o João da Mata. 50 mil para QUALQUER, trabalhador, que trabalha seriamente, independente de ser médio,dentista, professor, gari,etc, realmente não é nada, mas, que todos ganhe o mesmo salario, não só os apadrinhados e”NEPOSTIMADOS”.

  • abril 14, 2012 em 2:31 am
    Permalink

    Concordo plenamente com o João da Mata. 50 mil para QUALQUER, trabalhador, que trabalha seriamente, independente de ser médio,dentista, professor, gari,etc, realmente não é nada, mas, que todos ganhe o mesmo salario, não só os apadrinhados e”NEPOSTIMADOS”.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: