Militares são agredidos com mordidas e chute por homem e mulher ao separar briga do casal

Dois policiais militares foram agredidos por um casal durante atendimento de ocorrência de briga entre eles. A polícia foi acionada por testemunhas após perceberem a briga no interior da casa, que fica na rua Barão do Rio Branco, no Centro de Frutal. Os militares chegaram e encontraram o autor quebrando a casa e brigando com a mulher.

Ao ver a chegada dos militares o homem começou a desacatar os policiais com xingamentos diversos. Foi dada voz de prisão a ele, que passou a resistir a ação policial, sendo necessário uso de força física para algemá-lo. Nesse momento, a mulher passou também a interferir para evitar que seu marido fosse preso. E ambos começaram a investir contra os policiais, causando lesão no braço direito de um dos policiais.

Após algemar o autor da agressão, no momento de ser colocado dentro da viatura, ele começou a resistir novamente à prisão. Ao ser colocado no “cofre”, começou a chutar e dar cabeçadas contra o veículo.

Já no hospital Frei Gabriel, o homem e sua companheira continuaram a dar trabalho para os militares. Primeiro o homem negou a dar sua identificação e ser atendido. Depois, tentou evitar que a mulher fizesse o mesmo. Ainda acertou mais um chute na perna de um militar e depois mordeu o braço do outro que o estava contendo.

A PM então resolveu separar o casal e no momento que viu seu companheiro sendo levado de volta para a viatura, a mulher passou a investir contra os policiais, acertou um soco que causou amassamento na lataria da viatura e, ainda, arremessou uma lixeira contra os policiais.

Foi necessária a ação de policiais do serviço de inteligência para conter a mulher e separar o homem da presença dela. Ambos passaram pelo atendimento médico em momentos diferentes e, posteriormente, conduzidos à Delegacia presos em flagrante pelos diversos crimes cometidos contra os policiais.

%d blogueiros gostam disto: