Laudo confirma morte de idosa frutalense por dengue

O laudo de necropsia da idosa frutalense Maria a parecida Brandão, 92, que morreu em 31 de março em São José do Rio Preto (SP), onde estava internada após complicações de saúde, confirmou que a causa de seu falecimento foi a dengue.

A idosa ficou 30 dias internada na UTI da cidade paulista por iniciativa da família que procurava mais recursos médicos para salvar a idosa. Para a coordenadora de saúde Nice Helena Franco Botelho, a confirmação da morte serve de alerta para a população frutalense para o trabalho intensivo no combate à dengue. “As ações de prevenção contra os focos de dengue precisam ser atitudes de cada cidadão, não apenas do serviço público ou profissionais do serviço de saúde”, cobra.

Vistoria na residência onde a idosa morava não encontrou criadouros do mosquito da dengue, o que reforça a suspeita que o foco do mosquito estivesse em alguma casa nas proximidades.

==

==

%d blogueiros gostam disto: