Polícia Militar Ambiental realiza grande operação em Colômbia

Fonte: Portal Notícias de Colômbia

Na manhã de sexta-feira, 26, a Polícia Militar Ambiental realizou uma mega operação policial em Colômbia, para coibir crimes contra a natureza. A ação teve início ás 6h00.

De acordo com a polícia, foram efetuados o cumprimento de oito mandados de busca e apreensão expedidos pelo Ministério Público. Dois foram presos em flagrante por posse irregular de munição e por ter armazenado peixes sem origem.

Durante a operação os policiais apreenderam mais de dois quilos de peixes da espécie pintado armazenado de forma irregular, com tamanho inferior para captura e sem comprovante de origem. A multa no valor de 1.000,00 foi aplicada, além da prisão em flagrante de um pescador de 48 anos. A delegada da Delegacia de Polícia Civil de Colômbia, também arbitrou uma fiança no valor de 1.100,00, sendo paga pelo pescador.  

Segundo a polícia, também foram feitas apreensões de redes, tarrafas e espinheis, materiais utilizados para prática de crimes ambientais relacionados a pesca.

Um periquito maracanã e papagaio foram apreendidos em posse de duas pessoas sem autorização.

“O que eu posso garantir é que vários mandados de buscas foram cumpridos, conseguimos prender dois indivíduos, um deles estava com alguns procedimentos em andamento. Encontramos algumas coisas na residência do indivíduo e optamos por conduzi-lo para complementar os procedimentos que estavam em andamento em nome dele. Outro indivíduo não estava nos focos de crimes ambientais, porém, foi encontrado com uma munição de alto calibre, munição calibre 338 que é utilizadas em rifles e fuzis de grande precisão e periculosidade. Então optamos por conduzi-lo até a Polícia Civil. O objetivo foi cumprir esses mandados de busca, expedidos pelo Ministério Público, porém, o foco principal é inibir qualquer tipo de delito, infração e crime ambiental”, disse o tenente João Pedro Fabrício Machado, comandante do 2º Pelotão de Polícia Ambiental de Barretos.  

A operação contou com a participação de doze viaturas do policiamento ambiental, uma barco, três viaturas do Batalhão de Ações Especiais da Polícia – BAEP.

%d blogueiros gostam disto: