Estado destina mais de R$ 216 mi ao programa Mãos à Obra na Escola

Governo de Minas Gerais criou o programa Mãos à Obra na Escola, com o objetivo de direcionar recursos para realização de reformas e melhorias de infraestrutura em escolas públicas estaduais de todas as regiões do estado. Com isso, tem propiciado investimento e transformação, para melhor, do ambiente escolar, desde o início do Governo Zema.

A etapa mais recente, anunciada pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) em novembro/2020, é a mais expressiva, com R$ 97 milhões em investimentos. Nesta fase, estão contempladas 347 unidades de ensino, em 231 cidades. O programa, lançado em 2019, já destinou, somando todas as quatro etapas, R$ 216 milhões para as ações de melhoria. Ao todo, 1.147 escolas serão beneficiadas nas áreas das 47 Superintendências Regionais de Ensino (SREs). 

Histórico

As escolas contempladas pelo Mãos à Obra na Escola são escolhidas por critérios técnicos de ponderação de urgência e criticidade. São instalações que necessitam de obras emergenciais, como construção de muros, reforma de telhados, banheiros, cozinha, refeitórios, rede elétrica, reforço estrutural de salas de aula, substituição de portas e reforma geral de instalações.

A primeira etapa do programa foi anunciada em maio de 2019, quando foram liberados R$ 21 milhões para intervenções em 132 escolas de 92 municípios. Já a segunda fase foi anunciada em setembro de 2019, com investimentos de R$ 28,7 milhões na revitalização e reforma de 210 escolas públicas estaduais, localizadas em 137 municípios de todas as regiões do estado.

A 3ª etapa da iniciativa, anunciada em dezembro de 2019, teve investimento de mais de R$ 70 milhões. Por fim, a 4ª etapa do programa foi anunciada pela secretária de Educação Julia Sant’Anna em novembro do ano passado, com R$ 97 milhões direcionados às intervenções.

%d blogueiros gostam disto: