Fala, Portari!

Chegamos então ao tão esperado ano de 2021. Gostaria de ter uma visão mais leve e mais positiva sobre esse novo ano que se inicia mas, no que tange aos prognósticos, ainda não nada bons. 
Sonhávamos, ainda no meio do ano passado, que em dezembro teríamos vacina para todos. Aguardávamos ansiosamente começar esse ano sem problemas de Covid e, ainda, esperávamos que a politização da vacina e das medidas de combate à doença, não ocorresse.
Pelo visto, estávamos enganados. Ou, pelo menos, eu estava. Não por inocência, mas pela expectativa que temos sempre de que algo de bom há de vir. É aquele velho ditado, muito repetido em uma das antigas novelas globais e que muitas vezes faz parte das nossas vivências: “tudo que acontece de ruim é pra melhorar”.
Às vezes precisamos ser igual o Candinho da novela e tentar tirar as boas experiências das coisas ruins. Com esse mesmo olhar, muitas vezes inocentes, ouçou meu pequeno João perguntar: “Pai, quando chegar 2021 aí vão dizer que acabou o Covid?”. Talvez essa seja a notícia mais esperada por todos nós, nascidos e criados ali entre o meio do século XX e primeira década dos anos 2000. Num mundo sem máscaras, com menos preocupações sanitárias (quem aqui nunca bebeu água da mangueira na rua, foi pra balada, pra festas, comia e bebia produtos recém comprados em supermercados, etc., sem jamais se preocupar em lavar ou higienizar antes? Acho que todos, alguma vez na vida, não?) em que fomos criados, estar passando por esse período tão longo – quase um ano – realmente é sufocante.
Mas 2021 está aí. E a expectativa de que os ventos melhores é cada vez maior. Espero que realmente esse ano possa nos dar um pouco de sossego em nosso tão apedrejado coração. E que a expectativa – ainda que inocente – de que a Pandemia vai de fato ser controlada, permaneça.
Pelo bem da nossa saúde física e mental!
Grande abraço a todos!

#blogdoportari #noticia #frutal #região #plantão #24hsdenoticia

%d blogueiros gostam disto: