Idoso registra REDS de estelionato aplicado em boleto bancário

Um idoso de 66 anos procurou a polícia para registrar um possível estelionato envolvendo parcela de um veículo financiado. De acordo com ele, paga regularmente parcelas de um financiamento que está em nome de seu filho. Porém, a sexta parcela atrasou por motivos pessoais. Ele então acessou o site indicado no carnê de pagamentos para resolver a situação.

Ao entrar no portal, foi solicitado o CPF do titular do financiamento e, assim que digitou, recebeu uma mensagem no WhatsApp de um número com DDD 011 e a foto da financeira. Foi gerado um boleto para regularizar o pagamento no valor de R$864,67, sendo que ele pagou o boleto em 22 de setembro no caixa eletrônico do Banco do Brasil.

Dias depois começou a receber cobranças relativa à parcela já paga. Ele então entrou em contato por telefone com a financeira e explicou o ocorrido. A atendente teria pedido para ele aguardar para verificar o que estaria ocorrendo e, cerca de 10 minutos depois, o telefone foi desligado. Ele tentou retornar a ligação diversas vezes e não foi mais atendido. O homem então registrou o REDS para garantir futuros direitos, já que o nome de seu filho foi negativado no SPC e SERASA em virtude dessa cobrança.

%d blogueiros gostam disto: