Professora se fantasia de coração pra abraçar e motivar alunos: saudade

Uma professora brasileira de Rondonópolis, no Mato Grosso, queria matar a saudade dos alunos. Ela se vestiu de coração de pelúcia e foi até a porta da casa deles para abraçá-los.

Milena Campos Morais Rosário é educadora no Colégio Adventista e teve a ideia depois de conversas com pais de alunos nos grupos de Whatsapp.

O distanciamento estava tirando a motivação das crianças duas turmas do 3º ano do Ensino Fundamental.

“Está sendo maravilhoso. Os alunos estão gostando muito e o lado positivo é que eles estão mais felizes e animados para as aulas”, disse Milena Campos em entrevista ao SóNotíciaBoa.

Ela garante que faz tudo da forma mais segura possível.

“Fico somente na calçada, ou do lado de fora da casa dos alunos. Limpo a fantasia a cada encontro. Utilizo álcool em gel e levo minha máscara”, relata.

Surpresa

“Soube que as crianças estavam sentindo muita falta da rotina escolar. Então, fiquei pensando no que poderia fazer para matar um pouquinho dessa saudade e levar amor de uma maneira segura. Foi aí que lembrei que o colégio tem uma fantasia de coração que poderia ser improvisada como roupa de proteção”, conta a professora.

Bruno Daniel da Silva Rosário, marido de Milena e professor de Ensino Religioso na mesma unidade, ajuda a professora.

À distância, ele dá todo o suporte necessário ao projeto.

“Ele é meu sonoplasta! Eu chego com a caixa de som tocando uma música bem animada”, brinca a professora.

Começo a cantar e fazer gestos engraçados para as crianças sorrirem”, conta.

Reação

A ideia deu certo e foi aprovada pelos pais.

“Meu filho se adapta bem diante de situações adversas. Mas, a presença da professora trouxe tudo o que ele vive no ambiente escolar, a interação, o calor humano. Ele ficou muito emocionado!”, disse Maria Célia dos Santos Rodrigues, mãe de João Carlos Rodrigues Valentim, de 8 anos.

A emoção foi tanta que assim que a professora foi embora, João declarou:

“Mãe, o meu coração está dançando aqui dentro, de tanta alegria”.

“Sinto alegria e satisfação em retribuir o carinho deles. Apesar dos desafios que a pandemia trouxe, esse contato com as crianças me motiva a continuar trabalhando para uma educação que vá além do ensino”, afirma Milena

A professora pretende continuar as visitas e alegrar todos os seus 46 alunos pessoalmente.

%d blogueiros gostam disto: