Gaeco vem a Frutal em operação Torrentes II

O Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado – Gaeco Regional de Uberaba/MG e a 4ª Promotoria de Justiça da Comarca de Frutal/MG, deflagrou na data de hoje a Operação “TORRENTES II”.
Em desdobramento à Operação “TORRENTES”1, deflagrada em novembro/2019 nas cidades mineiras de Frutal e Iturama.

A referida fase teve como objeto de investigação o acompanhamento de organização criminosa local, o qual foi verificada a existência de locais destinados a comercialização de drogas ilícitas e negócios omissos rentáveis, incluindo esquema de inserção e mercancia de drogas no Presídio de Frutal/MG através de visitantes credenciadas, para sanar dívidas contraídas com a prática escusa, funcionandode forma estruturada e institucionalizada.

Foram cumpridos 08 (oito) Mandados de Prisão e 08 (oito) Mandados de Busca e Apreensão, sendo que 01 (um) dos investigados já se encontrava preteritamente recolhido no Presídio de Frutal/MG e era ex-funcionário da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados – APAC de Frutal/MG. Também, um outro alvo cumpria pena na citada APAC, contudo, foi beneficiado em 02/07/2020 com alvará de soltura – liberdade condicional, sendo preso na cidade de Sumaré/SP.

Participaram da Operação “TORRENTES II”: Promotores de Justiça, as Polícias Militar e Penal, Agentes do Gaeco e servidores do Ministério Público. Os Mandados de Busca e Apreensão foram expedidos pelo Juízo da Vara Criminal e de Execuções Criminais da Comarca de Frutal/MG.

A operação teve apoio da 3ª Companhia de Polícia Militar Independente e o 67º Batalhão de Polícia Militar, unidades da 5ª Região da Polícia Militar de Minas Gerais, Departamento Penitenciário de Minas Gerais – DEPEN- MG, 10º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (BAEP) e o Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado – Gaeco – Núcleo de Campinas/SP,

%d blogueiros gostam disto: