Frutalense é finalista em prêmio nacional de jornalismo

O jornalista frutalense Alexandre de Paula e Silva é um dos finalistas do prêmio de Jornalismo promovido pela Associação Nacional dos Procuradores do Ministério Público Federal, que seleciona as reportagens mais importantes nacionalmente e que tenham ligação com a atuação do MPF e que revela novos olhares ou investigações jornalística.

Alexandre é formado em Jornalismo pela UnB e desde 2016 é repórter do Correio Braziliense, cobrindo política desde 2018, setor em que hoje é sub-editor. Neste prêmio ele foi indicado como finalista pela reportagem “O Pomar do Pros”, uma série de reportagens que investiga supostas irregularidades em gastos eleitorais do partido em Brasília e, posteriormente, no Brasil.

“Estar como finalista no Prêmio da República com essa série especificamente tem um valor muito especial porque são reportagens que surgiram a partir de um trabalho de investigação nosso em dados eleitorais. Descobrimos as possíveis irregularidades nessa pesquisa e encontramos, eu e Ana Viriato, os candidatos que nos permitiram desenhar melhor o caminho da história e revelar algo que poderia ficar oculto se não contassemos. A partir do nosso material, o MP pediu investigação do caso e a Polícia Federal abriu inquérito. Foi também um trabalho que só foi possível pelo apoio da equipe e dos editores do Correio.”

A partir dessas reportagens um inquérito foi instaurado pela Polícia Federal, que investiga as irregularidades apontadas pelo jornalista.

%d blogueiros gostam disto: