Prefeitura pode romper contrato com IBRAPP de forma unilateral

A discussão em torno da administração do Hospital Frei Gabriel ganha mais um capítulo. Não é de hoje que a Prefeitura tenta rescindir o contrato de administração com a empresa, o que resultou em uma demanda judicial. Conforme informações do Programa Raio-X, da 102FM, no dia 15 de maio foi derrubada uma liminar que impedia o rompimento unilateral do contrato.

Desta forma e, baseado na decisão judicial, a Prefeitura já poderia romper o contrato, trocar a administração – que tem sido alvo de inúmeras críticas da população há tempos – e voltar a gerir o andamento do hospital. No entanto, a matemática nem sempre é fácil assim: para manter o hospital em funcionamento é necessária a contratação da equipe de trabalhadores, o que poderia impactar no orçamento do município.

Na outra ponta, o administrador do IBRAPP, Charles Mendes, disse à rádio 102FM que o processo judicial ainda não terminou, dizendo que a empresa acionou a justiça por entender que tem dinheiro a receber do município. Mais novidades sobre essa disputa deverão aparecer nas próximas semanas.

%d blogueiros gostam disto: