Falta de farmácia 24hs.

A falta de um serviço de farmácia durante a madrugada volta ao debate nesse final de semana. E não é a primeira vez que frutalenses trazem essa reclamação. O caso merece sim ser olhado com cuidado.

==

De acordo com a criadora do grupo Democracia Já, Sara Araújo, ela precisou comprar um remédio na farmácia no último final de semana e não encontrou um estabelecimento sequer aberto para comprar a medicação. Ou seja, de que vale ter médico, receita, se medicamento que é bom não se consegue comprar.

==

Situação parecida foi relatada por um colega professor da UEMG que mora em outra cidade e passa suas semanas por aqui. Ele foi consultado no Frei Gabriel e não achou farmácia para comprar remédio. Depois de muita insistência ele conseguiu, já de volta no hospital, que dessem o remédio a ele.

==

Ou seja, quem tem problemas graves e depende de medicação, está no sal caso precise de uma farmácia.

==

Entendo o lado dos farmacêutios. Às vezes a demanda não é grande e as questões de segurança também pesam. Mas uma alternativa deveria ser encontrada. A cidade já está bem crescidinha para ficar sem esse tipo de serviço 24 hs.

==

Acredito que o tema volte a ser debatido na Câmara Municipal. E espero que uma solução seja encontrada. Como o sistema de rodízio ou algo parecido. Enfim, algo para socorrer a população.

==

==

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: