Acerto dos funcionários demitidos e sugestão de um “choque de gestão” em Frutal

A prefeitura anunciou que a partir do dia 27 de maio começa a pagar os direitos dos servidores demitidos na última semana. De acordo com a prefeitura, será possível, com a redução dos funcionários e o remanejamento de pessoal, chegar à excelência nos serviços públicos.

==

Porém, hoje pela manhã, recebi a ligação de uma pessoa demitida. Confesso que não a conheço pessoalmente, mas ela desabafou no telefone afirmando que está passando sérias dificuldades, inclusive, para comprar comida. Enfim, é o outro lado da moeda.

==

Uma sugestão que eu poderia fazer à atual administração era aprender com o governador Aécio Neves: um choque de gestão. Quando assumiu o governo de Minas em 2003, Aécio Neves reduziu o número de secretarias e extinguiu 3.000 cargos de nomeação que poderiam ser preenchidos sem concurso.

==

O resultado foi que, gostemos ou não, Minas começou a sair do buraco e o cidadão passou a ter mais investimentos. Enfim, a situação em Frutal é a inversa…

==

…ao assumir o município, foram criadas mais secretarias do que já haviam. Enfim, o choque de gestão foi ao contrário. Talvez se o número de cargos de confiança fosse repensado, mais investimentos poderiam sair dos cofres da própria prefeitura.

==

Não sei se foi realizada, mas ainda no exemplo do Choque de Gestão, uma auditoria nas contas do município seriam interessantíssimas. Especialmente se seus resultados chegassem à população. Confesso que andamos às cegas quando o assunto se trata dos cofres públicos em Frutal.

==

==

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: