Confira algumas das indicações aprovadas na noite de ontem pela Câmara de Frutal

Febre Amarela

O vereador Pedro do Nascimento propôs que seja encaminhado um requerimento solicitando à Prefeitura um levantamento informando sobre a situação da febre amarela no município de Frutal.  Segundo o vereador, o setor de saúde deve informar se está disponível uma quantidade suficiente de vacinas para prevenção da doença, se existem casos notificados, se algum macaco hospedeiro foi encontrado infectado, se a vacinação está sendo feita em todos os postos de saúde do município, se há medidas planejadas para combater os focos do mosquito transmissor Aedes aegipty e se existe uma ação preparada para o caso de ser necessário enfrentar um possível surto da doença.
Para Pedro, é necessário que a Câmara receba estas informações sobre a doença e sua transmissão para que tudo seja levado ao conhecimento da população.

Reparos em ruas

O vereador Claudimar Basílio da Silva (Rapinha) indicou, na noite do dia 19, a necessidade urgente de desentupir e promover reparos em um bueiro localizado na Rua Seis, no cruzamento com a Rua Comendador Gomes da Silva, assim como fazer reparos em dois buracos de grandes dimensões que ficam na Rua Sete e na Rua Seis próximos ao cruzamento com a Rua Comendador Gomes da Silva.
O parlamentar argumentou que a situação do local traz riscos às pessoas que moram nas proximidades e que um dos moradores foi obrigado a sair de sua residência às pressas para evitar problemas que ocorreriam caso sua casa desabasse.
Além destes transtornos que causam aos moradores, o bueiro apresenta mais problemas quando é invadido pela água da chuva. “O bueiro está entupido, transbordando todo dia, com extremo mau cheiro, o que pode provocar acidentes e riscos à saúde pública.”

Acertos trabalhistas do IBRAPP

Durante a reunião deste dia 19, o vereador Bruno Augusto de Jesus Ferreira apresentou um requerimento que questiona a Prefeitura sobre a questão dos acertos trabalhistas promovidos pela Administração Municipal e pelo Ibrapp-Instituto Brasileiro de Políticas Públicas a respeito dos acertos trabalhistas dos servidores. Segundo ele, é necessário saber como os dois órgãos têm se organizado para pagar esta obrigação.
Bruno cita que o Ibrapp, ao assumir a direção do Hospital Frei Gabriel exonerou alguns servidores, mas não pagou os respectivos acertos trabalhistas. O vereador considera que a falta de informação sobre esta obrigação é uma falta de respeito para com os servidores e, por isso, esse requerimento vem questionar a respeito dessa situação e quais as medidas que estão sendo tomadas pelo município.

%d blogueiros gostam disto: