Caso Kelly: MP pede perícia em capacete encontrado dentro de carro

O Ministério Público de Frutal (MG) acatou pedido da família de Kelly Cadamuro e vai mandar fazer perícia no capacete encontrado no carro roubado da vítima. A jovem foi assassinada por Jonathan Pereira do Prado, no dia 1º de novembro, em Frutal, e o veículo foi encontrado abandonado em estrada rural entre Rio Preto e Mirassol.

Jonathan entrou em um grupo no WhatsApp frequentado por moradores de Rio Preto e Itapagipe (MG), e pegou carona com Kelly para a cidade mineira, com intenção de roubar o carro. Quase no fim da viagem, ele dominou, estuprou e matou a jovem. Depois pegou o carro e retornou para Rio Preto, mas acabou abandonando o veículo.

Além de Jonathan são apontados como participantes do crime Daniel Teodoro da Silva e Wander Luis da Cunha, ambos por receptação. Os três estão presos.

O capacete, um envelope de preservativo e uma faca foram encontrados no carro de Kelly. A investigação foi coordenada pelo delegado de Frutal Bruno Giovanini, que descartou a necessidade de fazer perícia nos objetos, com alegação de que local em que o carro da vítima foi encontrado não foi corretamente preservado.

Após este processo, serão marcadas as primeiras audiências do caso, que deve ir a julgamento ainda no primeiro semestre de 2018.

Fonte: Diário da Região

%d blogueiros gostam disto: