Uma tonelada de maconha e skunk apreendidas próximo a Prata

Dois jovens de 18 e 20 anos e um homem de 45 anos foram presos pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco) de Uberlândia na madrugada deste sábado (18). De acordo com o delegado da Polícia Federal (PF), Carlos Henrique Cotta D’Ângelo, após investigação foi localizado cerca de 1,5 toneladas de maconha e skunk dentro de uma caminhonete no Km 22 da BR-497, próximo a Prata.
“Nossos policiais conseguiram informação que uma grande carga passaria por Uberlândia e que essa droga ficaria na cidade e depois seguiria para o Rio de Janeiro. Com essa informação, fizemos um bloqueio e na madrugada confirmamos que o veículo do Mato Grosso do Sul trazia essa droga para Uberlândia. A abordagem teve início na BR-153, quando a caminhonete, que é roubada, furou o bloqueio policial e teve fim na BR-497”, explicou o delegado.
Os dois jovens presos estavam no veículo. Já o homem foi identificado por ser quem receberia a droga em Uberlândia e também foi preso.
Skunk
Resultado de alterações genéticas, o skunk é uma droga produzida em laboratório feita através de vários cruzamentos de tipos de maconha, chegando a ser considerada como uma “super maconha”. Ela tem os efeitos potencializados, causando palidez, excitação, risos, depressão ou sonolência, aumento de apetite por doces, olhos avermelhados, dilatação das pupilas e alucinações.
Os efeitos do skunk podem ser cerca de sete vezes mais fortes do que os da maconha comum. Esses estímulos são tão intensos que podem causar danos irreversíveis no cérebro.

Fonte: G1

%d blogueiros gostam disto: