Considerações sobre o caso envolvendo a APAC & outras

A repercussão das investigações sobre possíveis superfaturamentos e desvio de verbas na APAC foi imediata. Toda a pauta da matéria nasceu por meio de denúncias publicadas em redes sociais de que algo de estranho estaria acontecendo por lá. Desde então, foram alguns dias de investigação, conversas até que o caso estourasse definitivamente na mídia. A comunidade frutalense, sem dúvida nenhuma, foi pega de surpresa.

==

Apesar de ter participado das apurações da notícia juntamente com a repórter Fernanda Montalvão, não deixa de sentir uma pontada de tristeza só pelo fato de ver possíveis superfaturamentos ocorrendo por ali. A APAC é uma instituição séria e que hoje abriga 109 detentos da cidade. Em outros municípios o método é comprovadamente eficaz e quero acreditar que em Frutal também seja.

==

Infelizmente, desde sua inauguração,em 17 de maio de 2010, a entidade vez em sempre tem seu nome envolto em situações nebulosas. Curiosamente os maiores responsáveis por estas situações estavam fora das grades, ou seja, eram apontadas como pessoas que não cometeriam deslizes. Tomara que este seja o último.

==

Só para conhecimento dos leitores como o desafio de levar a informação é grande, desde o dia em que tomamos conhecimento das denúncias até a sua divulgação, conversamos com as mais variadas fontes. Foram, pelo menos, 23 pessoas ouvidas, consultadas e questionadas para saber até onde havia fundamento no que estava sendo divulgado e até onde era boato. As conversas envolveram desde os próprios representantes da APAC a pessoas que, de uma forma ou outra, conhecem o cotidiano dentro da entidade. Enfim, muito papel, saliva e reflexão até que se chegasse ao resultado final respeitando os limites éticos da profissão, ouvindo o maior número de lados possíveis.

==

Quero registrar aqui ainda meu respeito pelo presidente da APAC, Marco Aurélio França. Foram inúmeras conversas por telefone e pessoalmente até que conseguíssemos a entrevista. França é conhecido em Frutal por sua grande educação e honestidade ilibada, tanto que foi ele, juntamente com o vice-presidente Everson, que encontrou as irregularidades e levou o caso ao conhecimento do Ministério Público.

==

Meu respeito também ao promotor Alam Baena. Era claro e notório, na entrevista, a “dor” de ver o nome da APAC de novo às voltas com uma investigação. Ele fez questão de frisar que a entidade tem total apoio do Ministério Público e dos três promotores que atuam na Comarca de Frutal. Porém, infelizmente, tanto na profissão dele – como na minha – às vezes temos que cortar na própria carne diante dos fatos que aparecem à nossa vista.

==

Fui convidado a participar de uma reunião política ainda nesta manhã de sábado. Estarei lá, com certeza. E depois conto o que puder.

==

Quero registrar aqui meus parabéns aos formandos de Comunicação Social que colaram grau na noite de sexta. Aos meus queridos alunos, desejo muita sorte, sucesso e que desfrutem do prazer de suas profissões assim como eu desfruto no exercício das minhas: a de jornalista e a de professor universitário.

==

Anuncie! 34-9111-1345

==

Até já!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: