Dezembro é considerado o mês mais estressante do ano; saiba o motivo

1212stressCrise econômica, supermercado lotado, cobrança no trabalho antes das férias coletivas são algumas das causas do estresse no mês de dezembro. No período, os níveis de tensão são bem mais altos do que no resto do ano, por conta também das pressões sociais e financeiras.

Levantamento realizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) afirma que o estresse atinge cerca de 90% da população mundial. Outra pesquisa da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) destaca que quase metade dos pacientes internados em UTI por doenças de fígado, coração e estômago, pós- festas considera o Natal gerador dos problemas.

Membro da ABS (Associação Brasileira de Stress), a psiquiatra Mônica Cereser afirma que esses excessos se refletem em sintomas físicos e comportamentais, como dores no corpo e de cabeça, insônia, gastrite, aumento da pressão arterial, além da ansiedade, depressão e solidão.

“O fator crise trouxe um novo elemento para o stress no fim de ano, que é a necessidade de comprar presentes e a falta de dinheiro. As expectativas em atender a demanda de compromissos das festas, como as compras obrigatórias, tornam o que deveria ser prazeroso uma tarefa árdua”, afirma a psiquiatra.

Para evitar a tensão extra neste período, Mônica Cereser sugere também a prática de exercícios físicos e de relaxamento para administrar a ansiedade, bem como planejamento. “O ideal é diminuir as expectativas com si mesmo, mas a prática de exercícios, meditação, alimentação balanceada e organização ajudam muito”, conta a especialista.

Um bom planejamento pode ser mais positivo do que ações pontuais. Delegar tarefas para outros membros da família para evitar a sobrecarga, preparar o que for possível, bem antes do último mês do ano, criar uma lista de tarefas são algumas estratégias. “É importante adquirir o hábito de se organizar o ano inteiro para atingir suas metas”, aconselha a especialista.

O balanço de fim de ano é outra questão que vem à tona no período. É nessa época que as pessoas avaliam o que conquistaram e, frequentemente, dão mais destaque ao que não realizaram. As perdas como morte e separação também colaboram para o stress natalino. A ausência do ente querido pode ter acontecido antes das festas, mas a frustração da mudança é mais sentida nessa fase.

Fonte: http://www.correiodeuberlandia.com.br/brasil-e-mundo/dezembro-e-considerado-o-mes-mais-estressante-do-ano-saiba-por-que/

%d blogueiros gostam disto: