Frutal pode ter nova eleição municipal

O MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL INGRESSOU NA TARDE DE ONTEM COM DUAS AÇÕES CONTRA CANDIDATOS QUE CONCORRERAM AO CARGO DE PREFEITO DE FRUTAL EM OUTUBRO DESTE ANO. FORAM DENUNCIADOS POR CRIMES ELEITORAIS OS CANDIDATOS TONINHO HEITOR E DR. EDGARD E O PREFEITO E VICE-PREFEITO ELEITOS DE FRUTAL, MAURI JOSÉ ALVES E FRONTINO SANTANA.

A AÇÃO CONTRA TONINHO E EDGARD SE CARACTERIZA POR ABUSO DE PODER ECONÔMICO NAS ELEIÇÕES. JÁ A ACUSAÇÃO CONTRA MAURI E FRONTINO É GRAVE: COMPRA DE VOTOS NAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS. ALÉM DOS CANDIDATOS, FORAM DENUNCIADAS MAIS TRÊS PESSOAS POR INTERMEDIAREM A COMPRA DE VOTOS. ESSA, POR SINAL, É A SEGUNDA AÇÃO POR COMPRA DE VOTOS MOVIDA CONTRA MAURI E FRONTINO NESSE ANO.

EM ENTREVISTA EXCLUSIVA AO EDITOR DO JORNAL PONTAL, RODRIGO PORTARI, A PROMOTORA ELEITORAL, DANIZA HAYE BIAZEVIC, EXPLICOU O TEOR DAS DENÚNCIAS APRESENTADAS POR ELA NA TARDE DE ONTEM.

Confira a matéria na íntegra em MP3 – gravacao97mf

Update 1

Mauri e Frontino
Em nota encaminhada agora há pouco, os candidatos Mauri e Frontino consideraram as acusações “absurdas” e negaram qualquer tipo de irregularidade, afirmando ainda não estarem preocupados com as denúncias.

Toninho Heitor e Edgard
Em nota, a assessoria de Toninho e Edgard destacou que recebe a denúncia do Ministério Público com tranqüilidade e que está seguro de que não nenhuma irregularidade cometida pela campanha durante o processo eleitoral.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: