Poder Judiciário e MP buscam parceria para a APAC Juvenil

Por iniciativa do juiz da Infância e Juventude, Dr. Thales Cazonato e do promotor de Justiça, Roberto Carlos Oliveira Júnior, foi realizada na tarde desta terça-feira (8/11), uma reunião na APAC Juvenil com representantes dos clubes de serviços de Frutal.

A proposta do encontro foi apresentar aos representantes destas associações o trabalho desenvolvido com os adolescentes, dentro da Metodologia APAC.

Na oportunidade, o juiz Thales Cazonato falou da importância dos clubes de serviços se envolverem na construção desta história, que está mudando a realidade destes jovens e, por consequência, o futuro da sociedade. “É muito valiosa a participação da sociedade organizada neste projeto”, disse o juiz, ao destacar a importância dos educandos (que já estão preparados nos aspectos legais e técnicos) ingressarem no mercado de trabalho. “Queremos o apoio de vocês para abrirmos portas para que estes jovens possam trabalhar no período que não estão estudando”.

O promotor de Justiça, Roberto Carlos fortaleceu o valor do trabalho para os educandos. Ele disse que acompanha de perto a evolução destes menores e está bastante otimista com os resultados obtidos até agora. “Aqui eles têm a oportunidade humanizada de se reeducarem e voltarem para a sociedade com um novo senso de responsabilidade”, disse o promotor.

Segundo a geral-geral das APACs de Frutal, Paula Queiroz, todos os educandos retomaram os estudos, participam de cursos e parte deles já estão preparados para desenvolver uma atividade profissional. Inclusive já fizeram o curso da Guarda Mirim. Para Paula, uma ocupação profissional é muito importante para o processo de reeducação proposto no Método APAC.

Estiveram presentes na reunião, os representantes do Lions Clube de Aparecida de Minas, Ademir Zago, do Lions Clube de Frutal, Ubaldo Mariano e do Rotary Club de Frutal-Sul, Leandro Queiroz Macedo. Eles se comprometeram em discutir estas pautas com os membros dos seus clubes de serviços e retornarem com propostas de parceria.

A Apac Juvenil de Frutal, por ser a primeira do mundo, desperta a atenção de especialistas na recuperação de menores infratores do Brasil e do mundo.

Comments

comments

rdportari

Jornalista, professor universitário, Dr. em Comunicação

%d blogueiros gostam disto: