Mulher agredida procura socorro em hospital com ferimento na cabeça

Uma mulher de 26 anos procurou atendimento médico no Hospital Frei Gabriel após ter sido agredida pelo seu companheiro de 24 anos, dentro da casa em que moram no bairro Frutal 2. Ela relatou que constantemente é agredida pelo homem, porém, até ontem não havia registrado ocorrências contra ele.

No entanto, quando foi por volta das 22h ela estava em casa preparando o jantar quando o homem chegou e, sem o seu consentimento e sem nenhum motivo, se apossou do telefone celular dela e começou a vasculhar o aparelho. Ela então pediu que ele devolvesse o aparelho, momento em que ele demonstrou nervosismo e iniciou uma discussão com ela.

O homem então arremessou um relógio de metal contra a vítima, provocando um ferimento grave em sua cabeça. Em seguida, com o cabo do carregador do telefone, deu vários golpes contra a mulher, resultando em hematomas em seu braço. Antes de sair de casa ele então disso que iria dar cinco facadas na mulher, tomando rumo ignorado e levando o celular da vítima.

A mulher acionou um mototáxi para procurar auxílio médico no Hospital, momento em que a PM foi acionada. Foram feitos rastreamentos, porém, o autor das agressões não foi encontrado. A vítima foi orientada sobre como proceder caso queira pedir medida protetiva contra o agressor.

Rodrigo Portari

Jornalista, doutor em Comunicação.

%d blogueiros gostam disto: