Apresentação dos documentos pessoais na hora da consulta é obrigatória, afirma Secretaria de Saúde

Usuários que procuram por atendimento nas Unidades Básicas ou serviços de Saúde não têm apresentado os documentos pessoais como RG, CPF e Cartão SUS no momento de passar por uma consulta médica. Tal atitude tem prejudicado a agilidade e a qualidade da prestação do serviço por parte da Secretaria Municipal de Saúde.
Justamente para mudar esta realidade, a diretora da Vigilância em Saúde, Patrícia Xavier Silva Barbosa, faz um apelo à população frutalense.
Segundo ela, a obrigatoriedade da documentação é necessária porque devido à transição do sistema informatizado, é preciso atualizar os dados cadastrais dos pacientes. “O documento é de uso obrigatório, ou seja, em qualquer lugar que a pessoa vai dever apresentá-lo e com a Saúde não é diferente”, lembra.
Conforme constatou a Secretaria de Saúde, outra dificuldade encontrada tem sido a resistência por parte de algumas pessoas em responder às perguntas feitas pelas atendentes das Unidades Básicas. “Porém, isso é necessário porque o município precisa atualizar o cadastro de toda a população”, solicita.
A diretora da Vigilância esclarece que no caso da não apresentação dos documentos, o paciente não deixa de ser atendido, no entanto, ficará pendente junto à Secretaria de Saúde. “Essa exigência da documentação é necessária porque temos que alimentar o sistema de informação do Ministério da Saúde de maneira que ele tenha condições de saber a realidade da saúde de cada paciente”, destaca.

Rodrigo Portari

Jornalista, doutor em Comunicação.

%d blogueiros gostam disto: