Mais uma morte de H1N1, repercusão, popularidade

Mais uma morte por H1N1 foi confirmada esta semana. O caso é referente a paciente de Frutal que foi encaminhado para tratamento em hospital de Uberaba. Com isso, seis casos de óbitos causados por complicações da doença já foram registrados, sendo três importados de outras cidades. (Fonte: Jornal da Manhã)

==

Insisto… o auge da H1N1 costuma ser em agosto. Precisamos, urgentemente, estar atentos à questão para evitar mais tragédias.

==

Repercutiu pela cidade o caso da servidora Iara Macêdo que ficou trabalhando durante 1 semana sem saber que estava demitida. Que situação, não?

==

Hoje é dia de final da Copa das Confederações. E provavelmente teremos manifestações no Rio de Janeiro. Resta saber como elas serão: pacíficas ou violentas.

==

Em Frutal a onda de manifestos parece estar se esvaindo. Pelo menos não vimos nenhuma outra mobilização para levar as pessoas às ruas por esses dias. A última foi em relação à Calçada da UEMG que, a priori, já está solucionada.

==

E os manifestos refletiram nos índices de aprovação da presidenta Dilma, conforme o instituto DataFolha. Acho natural esse movimento depois de tanta manifestação no Brasil. Segue abaixo o gráfico do jornal Folha de São Paulo (clique na imagem para ampliar):

==

==

Comments

comments

rodrigoportari

Jornalista, professor universitário, Dr. em Comunicação.

Um Comentário:

  1. Breve comentário – O que eu posso dizer é que se der tudo certo o movimento #vemprarua na sexta-feira dia 05.07 estará na rua novamente – FALA FRUTAL… Na terça pela manhã eu passo outras informações.

Comentários estão fechados