Comodidade dos aplicativos de serviços em Frutal

Por Augusto Martins e Gabriela Amorin

As novas tecnologias têm permitido, além da interatividade, uma maior oportunidade de negócios para o mundo dos negócios, seja ele qual for. Os aplicativos têm sido alternativas para divulgação, construção e um canal de pedidos para serviços de maneira mais instantânea, rápida e eficiente. Dois casos que estão se tornando populares na cidade de Frutal, no triângulo mineiro, são os aplicativos UAI Rango e TID-Toindo

UAI Rango

UAI Rango é um aplicativo que oferece os mesmos serviços do já conhecido IFood. Inicialmente, funcionava de acordo com a localidade: moradores do estado de Minas tiveram em primeira mão todo o acesso antes da expansão dos serviços. Hoje, o aplicativo funciona, além de cidades do estado mineiro, em outras cidades do estado de São Paulo, Rondônia e está prestes a iniciar suas atividades na Bahia. O aplicativo já é sucesso em algumas cidades em que o número de habitantes é maior. O serviço é extremamente ágil e fácil, com apenas o uso de um smartphone.

O UAI Rango teve origem na cidade de São João Del Rey (MG) e conta com uma diversidade de restaurantes em que o cliente pode fazer o pedido de forma delivery, ou seja, para entregá-lo na casa do usuário ou no endereço em que for solicitado no aplicativo. O manuseio é muito simples: baixe o aplicativo, coloque sua localização e alguns dados necessários como o nome, número de cartão para pagamento, dentre outras informações, escolha o lugar para o qual o pedido deve ser feito,e por fim, qual o ‘rango’ vai ser pedido.

Matheus Martins, proprietário do FastBurguer, hamburgueria localizada na cidade de Frutal (MG), adotou o sistema do UAI Rango e já notou resultados positivos. “O pessoal da equipe me procurou e lançou a ideia do negócio. Pelo aplicativo, você tem uma diversidade de lugares e a facilidade de fazer o seu pedido. Há cinquenta dias a empresa está ativa no aplicativo e apresentamos um crescimento notável nos pedidos. É prático para quem pede e prático para quem vende”, destaca ele.

Diego Noronha, representante da empresa, afirma que a expansão do UAI Rango tem facilitado o fluxo econômico e trazido mais oportunidades às pessoas que querem abrir um negócio, mas que até então tinham um certo receio ou falta de alternativas para trazer a ‘clientela’. Com o serviço do UAI Rango disponível, muitas pessoas que já tinham restaurantes e lanchonetes calcularam um aumento de uma média de 15% nas vendas. “A tecnologia do UAI Rango permite uma ligação interessante entre o mundo dos negócios, uma alternativa interessante de necessidades que vão desde os pedidos de comida e a agilidade no serviço”, finaliza Diego.

Clique aqui  para baixar o aplicativo do UAI Rango e começar a usufruir dos serviços.

Clique aqui  para curtir e acompanhar a página do FastBurguer, uma das alternativas dentro do aplicativo do UAI Rango.

            TID – Toindo

Com promessa de preço menor que os táxis, aplicativo de corrida conquista universitários

O aplicativo de solicitação de corridas TID – Toindo, que conecta motoristas cadastrados com os usuários por meio do smartphones, chegou à Frutal no início de 2019. O aplicativo pode ser baixado nos celulares de forma gratuita tanto no sistema operacional android quanto o ios e promete preços mais acessíveis se comparado com outros já oferecidos de forma semelhante no mercado. 

Em várias cidades, o serviço oferecido pelo TID e aplicativos semelhantes geraram polêmica: os taxistas acreditam que os motoristas do aplicativo competem pela clientela. Além de que, de acordo com a categoria, eles não pagam tributos ou possuem permissão para circular com passageiros.

Para Fernando Souza, desenvolvedor do aplicativo e que mantém a sua base operacional na cidade de Fernandópolis (SP), a lei utilizada pelos taxistas é a mesma para defender a legalidade do serviço do Toindo. “Os motoristas prestam serviço de transporte individual privado, que consta em documentos que preveem a questão da mobilidade urbana. Tanto o meu aplicativo como os demais semelhantes não veem como uma competição com os taxistas. A ideia, querendo ou não, é de que existam várias plataformas para que o usuário deixe o carro em casa e use alternativas. Você aumenta o mercado existente, é diferente”, conta o empresário.

Por unanimidade, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu em maio deste ano validar aplicativos de transporte individual de passageiros. A proibição ou restrição desproporcional da atividade de transporte por motorista cadastrado em aplicativo é inconstitucional, segundo o ministro Luís Roberto Barroso, por violar os princípios da livre iniciativa e livre concorrência.

Os carros do Toindo já operam em algumas cidades do noroeste paulista como, Fernandópolis (cidade pioneira), Jales, Santa Fé do Sul, Votuporanga e Araçatuba.

Valores mais modestos

De acordo com o diretor operacional do aplicativo, os valores do serviço são entre 40% e 50% menores que em corridas de táxi comum.

A adesão quando da chegada do aplicativo na cidade mineira gerou certa desconfiança. Segundo o motorista Daniel Ferreira, que opera na cidade de Frutal, a aceitação só passou a acontecer depois que passaram utilizar o serviço e a receber indicação de quem já utilizou. “No início, o pessoal achava que se tratava de taxistas disfarçados que estavam querendo explorar, mas depois que foi conhecendo o trabalho, que a divulgação foi feita boca a boca, o serviço de corridas teve uma boa aceitação”, conta o motorista.

Por sediar uma das unidades da Universidade do Estado de Minas Gerais, a UEMG, o público que mais utiliza os serviços do aplicativo são os jovens. Para Daniel, a adesão desse segmento tem uma explicação: o fato de que são os jovens, especialmente os universitários, que estão sempre em contato com os smartphones, mídias digitais e tecnologia, buscando novas alternativas de mobilidade, comunicação e entretenimento.

Ana Laura Guerreiro, estudante de jornalismo, conta que é usuária frequente dos serviços do Toindo e revela o porquê do aplicativo fazer tanto sucesso entre os colegas: “há quatro anos morando Frutal, eu e mais amigos sempre tivemos dificuldade de acesso ao transporte público. Os táxis são caros, os moto-taxistas, na maioria das vezes, são imprudentes tendo praticamente o mesmo preço ofertado pelo aplicativo. Além da facilidade em pedir pelo serviço, a segurança do trajeto contam muito na hora da escolha”.

De acordo com o diretor e desenvolver do Toindo, a meta é cadastrar mais usuários e expandir com o serviço para outras cidades que carecem dos aplicativos tradicionais.

Comments

comments

%d blogueiros gostam disto: